NadaFrágil.com.br

Baixo nível de estrogênio merece atenção


Fabíola Cunha

O estrogênio é um dos hormônios mais importantes para a mulher. O baixo nível de estrogênio altera o funcionamento de todos os sistemas do corpo feminino.

Ele é um hormônio sexual que dá à mulher suas características. Os quadris mais largos, seios desenvolvidos e gordura corporal (que geralmente é em taxa maior que a dos homens).

baixo nível de estrogênio

Homens têm um porcentual menor de estrogênio, é claro. Porém, quando os níveis de estrogênio caem no corpo feminino, pode haver muito desconforto. Reconhecer os sintomas e procurar tratamentos para estabilizar é necessário.

Causas mais comuns

  • A causa natural mais comum da baixa de estrogênio é a menopausa. Mulheres na pré-menopausa também podem sofrer da deficiência.
  • Histerectomias (retirada do útero), ooferectomias (retirada dos ovários) e tratamentos com radioterapia podem causar a baixa.
  • Anorexia, doenças genéticas, problemas de tireoide e taxa de gordura corporal muito baixa podem baixar os níveis de estrogênio.

Sintomas gerais

baixo nível de estrogênio

Em mulheres que passam pela menopausa, o sintoma mais comum é distúrbio do sono. Fadiga é outro sintoma. Ressecamento da pele, olhos e mucosas; dores nas juntas; dor de cabeça. Até mesmo infecções de bexiga e uretra; libido baixa e depressão derivada dos sintomas já citados.

O sinal mais comum de baixo nível de estrogênio em mulheres jovens é a ausência de menstruação. Abaixo dos 40 anos, isso pode levar à menopausa precoce. Infertilidade também pode ser um sinal de baixo nível de estrogênio.

Como tratar o baixo nível de estrogênio

baixo nível de estrogênio

Mudanças de estilo de vida são necessárias. Uma dieta com baixa ingestão de carboidratos e alta ingestão de proteínas e fibras. Atividade física moderada também pode ajudar. No campo medicinal, terapia de reposição hormonal é recomendada.

Apenas o médico pode identificar se o nível de estrogênio está baixo, pedindo exames e avaliando os sintomas.

Alimentos como soja, farelos, grãos, frutas, vegetais, ervilhas e feijão são ricos em fitoestrógenos. Eles podem ajudar a equilibrar a falta de estrogênio.

Quer saber como sobre o assunto? Veja nossa matéria sobre como os hormônios afetam sua saúde!

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *