NadaFrágil.com.br

Bebê engatinhando: saiba qual a importância


Calila Galvão

Os pais ficam sempre felizes com qualquer reação que os filhos mostram. Quando ainda são pequenos bebês cada pequeno gesto é uma grande novidade que faz os pais vibrarem de felicidade. Mas, pode surgir um pequeno sentimento de ansiedade quanto ao desenvolvimento da criança.

Inspire-se em lindas decorações para o quarto do seu bebê.

É claro que os pais querem o melhor para o seu filho, mas o problema começa quando eles querem que o pequeno bebê seja melhor do que os outros. Um pai sempre quer falar para um amigo que o seu filho começou a falar muito mais cedo do que a média para tentar mostrar que o pequeno é mais esperto e mais inteligente do que a maioria das crianças.

Bebê engatinhando: saiba qual a importância

Essa expectativa crescente começa já no desenvolvimento motor da criança. Primeiro ela aprende a sentar, depois a engatinhar e por último, o pequeno bebê já consegue dar os primeiros passos quando ainda nem completou um ano de idade. Tentar fazer com o que a criança pule alguma etapa ou a realize mais rapidamente não é saudável.

Quando é o momento certo para começar a engatinhar?

Por volta dos 6 a 10 meses as crianças começam a fazer o movimento de engatinhar. Isso ocorre logo depois que a criança começa a sentar sem o apoio das mãos. Porém, é preciso ter em mente que essa idade é uma média geral e pode acontecer do seu filho começar o movimento de engatinhar um pouco antes ou um pouco depois.

Bebê engatinhando: saiba qual a importância

Caso a distância das idades seja muito grande, ou seja, se ele já tem 11 meses e ainda não engatinhou é aconselhável levá-lo ao pediatra para fazer uma avaliação geral e alguns exames. Essa fase não é uma regra.

Existem bebês que pulam essa fase e saem do sentar para começar a dar os primeiros passos com apoio. Quem vai dizer isso é o próprio corpo da criança que irá se adaptar ao ambiente onde vive. Como um bebê não tem os mesmos estímulos que outros e convivem em ambientes diferentes, com pessoas diferentes é normal que sigam estágios diferentes.

Qual a importância do bebê engatinhar?

Bebê engatinhando: saiba qual a importância

O processo de engatinhar é importante por vários motivos. O primeiro deles diz respeito ao fato de que ocorre fortalecimento muscular, necessário para a próxima fase que será o caminhar. Importante ressaltar que quando o bebê está engatinhando ele usa todo o corpo, principalmente os braços e as pernas. Portanto, a musculatura como um todo será fortalecida.

O desenvolvimento psicomotor da criança tem um grande avanço nessa fase. É quando o bebê começa a se deslocar por conta própria e explorar o ambiente sem a ajuda de outras pessoas. Assim, ela vai fazendo novas ligações cerebrais.

Bebê engatinhando: saiba qual a importância

Outro fator importante é que como a criança não está sendo mais levada pelas pessoas ela começa a ter senso de direção. Também desenvolve o seu lado afetivo e emocional. Por exemplo, quando ela quer ir para perto da mãe basta que se desloque em sua direção e alcançará o bem tão desejado.

Quando o bebê deixa de engatinhar?

Boa parte dos bebês começam a trocar o engatinhar pelos primeiros passos entre os 10 meses a 1 ano de idade. Mas como dito antes, isso não é uma regra 100% fiel. Tudo vai depender do estímulo externo que cada criança recebe (o que não significa forçar o bebê a começar a andar com o uso de andadores, por exemplo).

E falando neles, os andadores não são adequados para nenhum bebê. Muitos pais utilizam esse aparelho para facilitar-lhes a vida e muitas vezes evitar que a criança caia quando não podem ficar 100% de olho neles. Neste caso, a melhor opção é colocá-los no cercado ou no berço.

Bebê engatinhando: saiba qual a importância

Os andadores possuem tamanhos e alturas padronizados, ou seja, eles não foram feitos especificamente para o seu filho e sim para qualquer bebê. O andador pode acarretar problemas de coluna e até mesmo prejudicar o movimento da marcha já que as crianças podem começar a andar apenas com a ponta dos pés por conta do aparelho não ter a altura ideal.

Como pode estimular o meu filho a andar?

Bebê engatinhando: saiba qual a importância

Os pais precisam entender que estimular não é o mesmo que fazê-los andar. Forçar que a criança antecipe uma fase do desenvolvimento pode trazer sérios problemas, tanto motores quanto psíquicos. Há meios de ajudar a seu filho, dando estímulos para que ele comece a dar os primeiros passos:

  • Coloque os brinquedos em locais que eles possam alcançá-los, porém fora do chão;
  • Você pode facilitar o caminho para ele retirando tapetes e muitos móveis;
  • Móveis baixos são ótimos para que os pequenos consigam apoio nos primeiros passos;

Como proteger o meu filho?

Bebê engatinhando: saiba qual a importância

Tanto engatinhando quanto andando, as crianças estão abertas a vários acidentes em casa e um pequeno descuido pode ser fatal. Como ele está se locomovendo sem a sua ajuda você deve colocar pequenas cercas impedindo a passagem do bebê. Por exemplo, no início de uma escada, na porta da cozinha ou de alguma varanda.

Veja como evitar acidentes domésticos.

Mesas de centro baixas devem estar sempre com os protetores para evitar que a criança bata a cabeça na quina e as tomadas sempre devem estar tampadas. Toalhas de mesa que ficam com a ponta para fora não é uma boa ideia já que os pequenos podem puxar com facilidade e derrubar objetos como vasos de vidro.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta