NadaFrágil.com.br

Cinco Dicas para Viajar Sozinha


Eliana Lee

Viajar é uma das experiências que mais valem a pena na vida. Conhecer novos lugares, pessoas, descobrir costumes e línguas, se divertir e ainda tirar fotos inesquecíveis são algumas das vantagens de sair de casa. Mas nem sempre os amigos ou o namorado estão muito a fim de ir para os mesmos lugares que você. Ou, dependendo da situação, mesmo estando em comum acordo com o destino, há dias (e noites!) em que você gostaria de fazer um programa que tenha a sua cara, e gastar o tempo que quiser com ele, não é mesmo?

Já considerou a ideia de viajar sozinha? Sem ninguém no pé, apenas você, sua bagagem e decidindo todo o roteiro de acordo com o que você quiser? Saiba que esta opção é cada vez a de milhões de pessoas ao redor do mundo que colocam o pé na estrada sem a companhia de ninguém.

Entretanto, é sempre importante tomar alguns cuidados para evitar dores de cabeça e transtornos enquanto estiver fora. Separamos cinco dicas para que você aproveite a viagem com a melhor companhia do mundo: você!

Viajar sozinha

1. Planejamento é tudo

Comece a planejar sua viagem com meses de antecedência. Isso dará a você bastante tempo para pesquisar sobre o local que escolheu. Leia tudo a respeito do destino em blogs de viagem, sites e comece a interagir com outras pessoas que já estiveram lá. Confira opiniões e planeje-se para não deixar escapar nenhum ponto turístico ou loja legal que queira conhecer. Outra grande vantagem de planejar com antecedência é a possibilidade de comprar suas passagens para a data que desejar e ainda ganhar descontos. Você ainda terá bastante tempo para parcelar o total e viajar sem dívidas.

 2. Apenas o básico. Mesmo

“Menos é mais”: Essa dica vale para todo tipo de viagem, estando você sozinha ou não. Quanto menos bagagem você tiver para carregar, melhor e mais leve você irá se sentir. Claro que essa dica ganha uma importância ainda maior se Viajar sozinhaestiver viajando por sua conta. Escolha apenas itens básicos, que combinem entre si e que seja úteis no destino escolhido. Nada de apetrechos que você quase nunca usa, nem aparelhos inúteis que só servem para fazer volume e aumentar o peso da mala.

 3. Evite lugares muito afastados

Como sua segurança deve estar em primeiro lugar, lembre-se de evitar locais muito afastados, como trilhas desconhecidas, mal sinalizadas ou praias desertas. Não vá para locais onde o isolamento é muito grande, opte sempre por locais com número alto de visitanes e também tome cuidado ao sair a noite. Se beber demais, não haverá ninguém confiável para te ajudar na volta para o hotel, aí já viu…

Não deixe de ler também:

4. Estadia

Via de regra, apartamentos para uma pessoa só (single) podem sair mais caros do que se você estivesse dividido a estadia com mais alguém. Para não gastar muito com hotéis, pesquise pousadas e albergues, em que você dividirá o quarto com outras pessoas. Existem também as host families: vários sites internacionais em que é possível alugar um quarto em casas hospedeiras. Obviamente, cheque antes todas as informações do local, entre em contato com quem está disponibilizando o espaço e escolha o que tiver mais avaliações positivas de outros hóspedes. Este tipo de hospedagem está se tornando cada vez mais comum no Brasil e no mundo e você pode fazer todas as reservas via Internet.

5. Outros detalhes importantes

Lembre-se que não terá com quem deixar suas coisas quando precisar sair (ir ao banheiro, almoçar, passear…) e se não estiver em um hotel, terá que trancar suas coisas em algum armário. Leve seu próprio cadeado de casa, para deixar seus pertences em segurança.

Outra coisa bacana de se levar é um adaptador de tomadas. Eles são ótimos e super práticos, adaptando-se universalmente a qualquer tipo de tomada. Dependendo do local em que você estiver, pode ser um verdadeiro suplício carregar seu celular, tablet ou câmera.

Se for utilizar internet para fazer postagens internacionais ou conversar com a família, procure de antemão uma operadora para não se assustar com a conta na volta para casa. Elas oferecem planos internacionais para você utilizar durante sua viagem.

Viajar sozinha

Bônus: Aproveite para…

  • Andar a pé – o máximo que conseguir. O tempo e o lugar “são só seus” e você pode explorar a cidade a vontade, sem pressa e sem ter de seguir roteiros estabelecidos, como é o caso em excursões.
  • Fazer novas amizades – e quem sabe namorar também!
  • Tirar muitas fotos  – faça um álbum virtual ou físico da viagem, registrando os melhores momentos.
  • Escrever um diário ou blog de viagem, relatando suas experiências. É provável que você passe a conhecer várias pessoas que também curtem viajar por aí.
  • Ler um livro legal: Ele pode ser ótima companhia no avião e durante as refeições.
  • Aprender e/ou treinar um novo idioma, se estiver viajando para o exterior. Nesse caso, além de se divertir, você estará fazendo um verdadeiro curso, dando aquele upgrande no currículo.
Facebook NadaFrágil.com.br

Uma resposta para “Cinco Dicas para Viajar Sozinha”

  1. Ednario Silva disse:

    Eu tinha medo de viajar sozinho, mas depois da primeira vez, viciei!

Deixe uma resposta