NadaFrágil.com.br

Como escolher seu tom de base pela internet


Fabíola Cunha

O verão está chegando e, com ele, as manchas na pele. Quem nunca voltou da praia com manchas no rosto que atire o primeiro protetor solar. Depois que o espírito livre e desapegado das férias vai embora, é hora de encarar o espelho de frente e tentar esconder os vestígios daqueles dias de verão. A missão não é fácil, mas conta com uma aliada fundamental: a base, que há mais de dois mil anos ajuda as mulheres a disfarçar marcas indesejadas na pele.

tom de base

Antigamente, os romanos usavam giz para parecerem mais brancos e os japoneses passavam uma espécie de argamassa (oshiroi) feita de pó de arroz para deixar a pele mais uniforme.

Com tantos avanços, o reboco ficou para trás dando espaço para a maravilhosa base, que pode ser líquida, compacta ou até em spray. Com tantas opções, escolher qual comprar tornou-se uma façanha nível hard. A verdade é que não existe um tipo, uma marca ou uma cor perfeita que funciona para todas as pessoas. A base é uma amiga e por isso ela deve ser parecida com você para que a relação tenha futuro.

tom de base

Qual o seu tipo?

O tipo de pele é fator decisivo na hora da escolha. Quem tem pele normal ou seca deve se juntar às líquidas e cremosas, que além de cobrir, também hidratam. Já as peles oleosas pedem uma cobertura mais opaca e seca, que só a base em pó consegue dar. Para uma maquiagem mais leve, o segredo é optar pela versão em spary, que deixa a pele bem uniforme e não entrega que você deu aquele up só para ir a praia. Neste caso, não se esqueça de escolher uma base com protetor solar. Mas se o verão deixou marcas difíceis de esconder, a base compacta é sua melhor amiga, pois proporciona uma cobertura incrível, capaz de disfarçar até as lembranças da adolescência.

tom de base

Tom sobre subtom

Tipo escolhido, agora é hora de colorir. Encontrar a cor perfeita, aquela que se confunde com o seu tom de pele, é tarefa que precisa de dedicação e prática. O jeito mais fácil e seguro é testar as várias opções nas lojas. Não se acanhe, entre, experimente, fotografe, compare e saia, sem a menor obrigação de comprar. Bases são amigas e é preciso criar intimidade para levar para casa.

Para começar a brincadeira, você precisa perceber o subtom da sua pele. Sim, branca, morena clara, negra ou ocidental não são suficientes. Pessoas de pele mais amarelada (subtom quente) devem buscar bases com toques dourados, como Olive, Yelow ou Golden. Peles rosadinhas (subtom frio) combinam com rosa, pêssego ou coral. Mas você não se encaixa em nenhuma das categorias anteriores, não se desespere. As bases em tons de beige ou neutral
vão te atender perfeitamente.

Ficou em dúvida sobre o seu subtom? Existem alguns truques que podem te ajudar. Pressionar o seu polegar contra o pulso é um deles. Ao retirar o dedo, fique atenta à cor da marca na pele. Ficou avermelhada? Seu subtom é frio. Mas se ficou mais para amarelada, você está no grupo das peles quentes.

tom de base

Mão na base

Subtom definido, é hora de identificar a paleta de base ideal para você e ir a luta. O ideal é aplicá-la na lateral da mandíbula, assim você consegue ver se a cor do rosto está igual (ou parecida) à do pescoço. Tente comparar a cor em diversos ambientes. Se precisar, saia da loja e volte, pois a iluminação confunde bastante. Uma outra dica é se fotografar para que você possa comparar lado a lado o efeito das bases.

Se as opções de cor e formato são infinitas, os preços seguem por esse caminho. O mesmo tipo de base pode ser comprado por R$ 39,00 ou por R$ 245,00. O custo depende da marca que você escolher. Por exemplo, a base da Nars, considerada uma das dez melhores pela revista Vogue, não sai por menos de R$ 200. Dentre as com melhor custo-benefício estão a versão líquida da Sephora e a base Maybelline. Além de terem opções para os diversos tipos e cores de pele, estes produtos podem ser encontrados facilmente em farmácias e sites na internet.

tom de base

Comprando online

Aliás, comprar base pela internet é bem mais fácil do que parece, além de ser muito mais barato. Sites, como o Méliuz, oferecem cupons de desconto e ainda devolvem em dinheiro uma parte do valor gasto. Incrível, não?

Para não errar o tom, alguns sites fazem a conversão de cor a partir das bases que você costuma usar. O Findation, por exemplo, é muito usado pelas blogueiras de maquiagem e pode ser útil. Mas se você preferir, pode fazer isso no Google mesmo. Basta digitar “nome-da-base-que-você-usa Swatches”. Swatches significam “amostras” e ajudam bastante neste processo. Além das opções de marcas e cores similares, também vão aparecer fotos de pessoas usando a base em questão. Como as cores do monitor podem enganar, o ideal é que você reúna essas imagens, imprima e compare com as fotos que você tirou quando testou as bases nas lojas, lembra? A mais parecida é a sua escolhida!

tom de base

Errei, e agora?

Mas se mesmo seguindo todos os passos você acabou comprando o tom errado, não se desespere. Existem alguns truques que podem te ajudar a não perder um vidro inteirinho deste produto milagroso. Se a cor que você escolheu é mais escura que a sua pele, dilua a base com hidratante ou misture com outra base mais clara. Mas se a cor foi mais clara e seu rosto ficou igual ao de uma gueixa, é só passar pó bronzeador por cima.

As opções de base são muitas e os benefícios também. Por isso, vale a pena investir tempo na hora de escolher uma base para chamar de sua. Mas se não acertar de primeira, não fique frustrada. É preciso estar aberta para conhecer e testar outras marcas e cores, porque, às vezes, a melhor amiga está onde a gente menos espera.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *