NadaFrágil.com.br

Como se prevenir na hora da manicure e pedicure?


Fabíola Cunha

Para muitas mulheres, ir à manicure e pedicure é um momento de auto-cuidado, de elevação da auto-estima. Porém, são necessários alguns cuidados para evitar contaminações por micoses e até mesmo hepatites e HIV.

manicure e pedicure

Sim, durante muito tempo o alicate que a manicure utilizava era um só, para todas as clientes. Embora haja equipamentos para esterilização (autoclaves), muitos salões praticavam o bom e velho “ferver em água” ou “aquecer no forninho elétrico”, o que não é garantia de eliminação de bactérias, vírus e fungos.

manicure e pedicure

Isso não é motivo para deixar de ir à manicure/pedicure e ficar com unhas maltratadas ou provocar aqueles desastres caseiros tentando fazer a própria unha (alguém falou em cutículas mastigadas e esmalte cheio de bolhas?).

Em lojas de produtos cosméticos e estéticos, é possível montar um kit pessoal com alicate de cutícula, cortador de unha, espátulas, afastadores, etc. para levar ao salão. Só você usa.

Aproveite e confira também nossa matéria sobre unhas de pelúcia.

manicure e pedicure

O salões, no entanto, têm obrigação de tomar algumas precauções quanto ao uso de materiais perfuro-cortantes, tanto para a saúde das profissionais quanto das clientes:

  • Uso de luvas, máscara e óculos protetores para evitar que os olhos sejam atingidos
  • Esterilização de todos os instrumentos de metal utilizados (autoclave).
  • A cliente tem o direito de ver o kit com alicate e espátula esterilizados sendo aberto diante dela (caso não utilize kit pessoal)
  • Após o uso, esses acessórios devem ser acomodados em caixa com uma etiqueta de material contaminado
  • Usar lixas descartáveis, tanto as de unhas como as para os calcanhares
  • Toalhinhas? Ou descartáveis ou também lacradas e abertas na frente da cliente
  • Bacias e cubas devem ser forradas com plásticos descartáveis e lavadas após cada cliente.

manicure e pedicure

A razão pela qual é preciso tomar todas essas precauções é simples: vírus da hepatite e HIV são transmitidos pelo sangue. Toda vez que a manicure tira um “bife” da cutícula o sangue fica na ponta do alicate, mesmo que em quantidades microscópicas. Sem esterilização, ele contamina outra cliente e assim por diante.

E como todas sabemos, mas vale prevenir do que remediar! Gostou das dicas? Confira também nossa matéria sobre Como deixar as unhas sempre saudáveis!

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta