NadaFrágil.com.br

Disfunção Sexual Feminina


Li Arruda

Tudo deveria estar perfeito. Você é apaixonada pelo homem da sua vida, é correspondida, e ambos são livres para desfrutar do prazer sexual e de seus benefícios. Mas algo parece estar errado com você. O que está acontecendo?

Disfunção sexual feminina

Em primeiro lugar, não se preocupe. Você não é a única mulher a passar por isso.

Muitas mulheres sentem-se culpadas por não conseguirem experimentar o mínimo de prazer sexual, enquanto outras, apesar de gostarem de sexo, não conseguem chegar ao orgasmo.

Decrevendo um orgasmo

Segundo a psiquiatra, Dra. Marie Robinson, o orgasmo é uma reação fisiológica natural que antes de acontecer, causa uma tensão muscular tão elevada que se não fosse parte do instinto sexual, se tornaria insuportável para o corpo. Durante o sexo, a tensão tende a aumentar até chegar a um ponto onde a mulher recebe algo como um impulso para cima, e já não consegue mais manter a tensão. É nessa hora que vários espasmos musculares acontecem no corpo e na vagina, proporcionando prazer, seguido de um relaxamento geral dos músculos e da mente.

No tempo da sua avó

Era muito comum que as mulheres servissem apenas para cuidar da casa e dos filhos, e para satisfazer seus maridos sexualmente. Eles deitavam-se na cama, cobriam-se com os lençóis e o marido se satisfazia, enquanto a mulher não sentia nada ou não conseguia chegar ao orgasmo. Mas isso acontecia não por maldade dos maridos, mas por ignorância, tanto da parte deles como da parte delas, que achavam isso normal e se acostumavam com a insatisfação sexual.

Mas se as coisas mudaram, por que isso ainda acontece?

Hoje em dia os homens estão mais preocupados em satisfazer as mulheres. Aliás, muitos sentem prazer em ver que a mulher está sentindo o mesmo. Mas nem por isso algumas mulheres deixaram de sofrer com a falta de apetite sexual ou de orgasmo.

Bom, se você está passando por isso, procure seu ginecologista e converse abertamente com ele. Se for o caso, ele passará alguns exames ou a encaminhará para um terapeuta sexual. Cada caso é um caso, por isso não deixe de consultá-lo.

De um modo geral, existem vários fatores que podem causar esse problema nas mulheres. Dentre eles, podemos citar:

1) Falta de estímulo por parte do homem: Alguns homens sofrem de ejaculação precoce, ou simplesmente não dão a devida atenção que as preliminares merecem. Assim a mulher mal começa a ficar excitada, e ele já ejacula. É importante esclarecer que a mulher naturalmente precisa de mais tempo e estímulos do que o homem para chegar ao clímax.

2) Autoestima baixa: Quando a mulher não está bem consigo mesma ou com seu próprio corpo, ela não se sente desejada, com isso, acaba reprimindo o seu próprio desejo sexual inconscientemente. Há casos de mulheres que não conseguiam sentir prazer na relação porque estavam acima do peso. Bastou perder alguns quilinhos para a autoestima elevar e tudo ficar normal.

3) Uso de anticoncepcionais: Não é regra, mas em alguns casos a mulher perde ou reduz o apetite sexual quando está tomando algum medicamento anticoncepcional. Veja na bula, é provável que encontre “perda ou diminuição da libido” nos efeitos colaterais.

Disfunção sexual

4) Traumas sexuais: Não é preciso nem dizer porque as mulheres que sofreram algum tipo de abuso sexual, seja na infância, adolescência ou mesmo na fase adulta, podem adquirir problemas sexuais, mesmo que eles só venham se manifestar anos depois. Para estes casos, o mais indicado é um acompanhamento psicológico ou psiquiátrico.

5) Rotina x Cansaço: Não se engane. A rotina exaustiva de cuidar de casa, filhos e trabalho é uma sanguessuga do sexo. Talvez reservar um tempo só para namorar, longe de televisão, computadores e problemas pode ser a solução. Tomar vitaminas também podem renovar as energias. Organize-se e dê prioridade ao sexo no seu casamento.

6) Menopausa: Com as alterações que ocorrem no corpo da mulher quando os ciclos menstruais se encerram, existe grande possibilidade da libido reduzir. Se for o seu caso, o ginecologista poderá passar algum tratamento hormonal.

Elimine a culpa e Não sofra calada

Esse sentimento de culpa só piora a situação. Você não fez nada para que o problema acontecesse justamente com você. Além disso, muitas mulheres estão passando pela mesma situação, portanto, não sinta-se culpada.

A primeira pessoa que precisa saber disso é o seu marido. Sim, pode ser que ele não entenda e sinta-se rejeitado, por isso é melhor ter uma conversa franca, demonstrando que o ama e que precisa de ajuda. Talvez levá-lo ao médico com você poderá deixá-lo mais seguro, afinal são poucas as pessoas que estão bem informadas sobre este assunto.

Você pode estar passando apenas por uma fase conturbada, ou estar realmente com algum tipo de disfunção sexual, seja por questões hormonais ou psicológicas. Independente do caso, compartilhe o problema com o homem da sua vida e procure ajuda médica. Há solução sim!

Facebook NadaFrágil.com.br

Uma resposta para “Disfunção Sexual Feminina”

Deixe uma resposta