NadaFrágil.com.br

Perdoar ou não uma traição?


Jeniffer Elaina

Perdoar ou não uma traição? Esta é uma das dúvidas que ganharam espaço ultimamente nos relacionamentos até mesmos de pessoas famosas e renomadas, então, por que não fazer parte da dúvida de todas as mulheres que já passaram por isso?

Perdoar ou nao uma traicao

A maioria das pessoas que leram este título já devem ter respondido algo como “Nunca perdoaria.” ou “Eu não sou boba.” e outras variações, mas só vão saber a verdade quando passarem por uma situação destas. Quantas mulheres já não disseram que jamais perdoariam uma traição e depois que aconteceu decidiram perdoar? Ou então o inverso: mulheres que achavam que traição fosse algo fácil de perdoar e depois não conseguiram viver a triste realidade?

Quem já viveu uma traição sabe como a situação é delicada e como o sentimento é confuso. Por vezes, você pensa em perdoar, depois, já está pensando em nunca mais vê-lo em sua frente. É normal, afinal, quando estamos machucadas com alguém fica difícil pensar que vamos nos recuperar.

Mas, infelizmente, temos que tomar esta decisão de perdoar ou não uma traição em algum momento, pois a vida precisa continuar, seja da forma que for. Para isso, algumas perguntas que possa fazer a si mesma e a análise profunda da situação podem te ajudar a chegar em uma conclusão que faça bem a si mesma e a deixe de consciência tranquila.

Perdoar ou não uma traição?

(Robert Pattinson e Kristen Stewart)

Dicas para descobrir se perdoa ou não uma traição

Algumas análises sobre o seu relacionamento e o fato ocorrido vão ajudá-la a descobrir se perdoa ou não uma traição. Isso porque tudo é muito singular e nestas horas até vale pedir ajuda das amigas, mas ao final é só você que pode decidir.

1 – Como é o relacionamento de vocês?

A avaliação do relacionamento de vocês é uma das partes principais no momento de considerar perdoar ou não uma traição. É importante primeiro analisar se estava tudo bem na relação ou se estava há algum tempo abalada, o que pode ter impulsionado o seu companheiro a cometer este erro.

Antes de tudo, faça uma revisão dos seus próprios sentimentos: você realmente o ama? Você quer esta pessoa para sempre do seu lado? Você seria capaz de perdoá-lo e esquecer o que ele fez?

Depois, pense nos sentimentos dele: ele realmente te ama? Ele demonstra que te ama? Ele faz tudo por você? Ele é do tipo de pessoa em que você sempre pode contar?

Às vezes, em uma simples análise do relacionamento já conseguimos concluir que não vale a pena perdoar, pois se é um tipo de relação que não te deixa feliz quase nunca, a traição foi apenas a gota d’água que estava faltando. Vai doer, mas pode ser melhor.

Mas, se tudo estiver bem e ele sempre foi seu príncipe, vale avaliar o que pode ter acontecido. Afinal, por que um príncipe virou sapo?

Outro fato importante a considerar nesta análise é o tipo de relacionamento (estão ficando, namorando, noivos ou casados), o tempo Perdoar ou não uma traição?da relação, etc. Pegue tudo isto e vá colocando em uma balança.

2 – Qual foi o motivo da traição?

Nem sempre o motivo da traição é a falta de amor, às vezes é apenas algo que está atrapalhando o relacionamento. Assim, descobrir primeiro o que aconteceu para que o seu companheiro a traísse é muito importante.

Entre as razões mais comuns estão o histórico dele, a forma como estava o relacionamento de vocês ou uma simples tentação de momento.

Quando o problema é o histórico dele, significa que você já o conheceu traindo uma pessoa ou então que antes de estarem juntos ele sempre teve aquela fama de “galinhão”. Então, não vá ficar tão surpresa. Se ele prometeu mudar e até agora não conseguiu, cabe a você ver se ele conseguirá depois disso.

Mas se o problema for a análise da relação de vocês, onde você concluiu que estava meio apagada ultimamente, a solução pode ser uma conversa franca para recuperar a relação a acender novamente o fogo da paixão.

Ainda pode ser que ele nunca tenha traído ninguém e que a relação estivesse ótima, mas aquela loira do serviço deu tanto em cima dele que conseguiu. Neste caso, é aquela história de que “a carne é fraca”.

Lógico que são muitas as causas e vale entender completamente o que o fez agir assim antes de tomar a sua decisão definitiva e ver se foi algo que dá para reverter para que não aconteça de novo.

3 – Converse bastante com seu companheiro antes de tomar a sua decisão

A conversa nesta fase de decisão é muito importante não somente ao tentar descobrir o porquê de ter acontecido, mas depois também. É bom para saber o que ele está pensando e deixar com que seu companheiro possa expressar algo mais sobre o que aconteceu ou está pensando. Assim, você também pode ir medindo como se sente perto dele.

Lógico que não adianta forçar a barra e ficar conversando se não estiver afim. Dê tempo ao tempo.

4 – Analise como ele está se sentindo

Saber o que ele está sentindo é uma das formas de descobrir se vale a pena perdoá-lo. Afinal, se ele não está se importando em conseguir o seu perdão e simplesmente voltou a sair com os amigos, sinal de que não está assim tão arrependido.

Por outro lado, ele pode estar te ligando todo dia e lotando sua caixa de mensagens, mas você precisa saber se ele realmente está sendo sincero e sofrendo como deveria estar ao fazer algo que te magoou.

5 – Não tenha pressa em ter a resposta certa!

Mesmo que seu companheiro esteja te ligando todo dia e você também não aguente mais esta dúvida, dê tempo para que o sentimento esteja em ordem e a ferida cicatrize para avaliar todas as alternativas de cabeça fria e tomar a decisão correta para não se arrepender depois.

Lembre-se que a decisão é muito importante para a sua vida e é melhor “perder” mais alguns dias pensando do que meses chorando depois.

Este tempo ajuda também para que ele pense no que aconteceu e você veja melhor as atitudes dele no período (dá até uma ajudinha na hora de tomar a decisão).

6 – Tome a decisão final sozinha

Por mais que sua família e os amigos possam opinar e ajudar neste momento, a decisão final deve ser sua.

Não adianta querer perdoar só porque seus pais amam ele se depois quem vai ter que conviver com ele é você. E muito menos adianta não perdoá-lo porque suas amigas estão dizendo que todo mundo irá te chamar de idiota se voltar com ele.

Lembre-se que as pessoas podem ajudar, mas a vida é sua e o relacionamento também. Estas são coisas únicas que quem sente é somente você e as pessoas só sabem o que veem ou o que você conta.

Ao final, a decisão sempre deverá vir de dentro de você e não de ninguém que você tenha ouvido falar.

Decidi perdoar uma traição, e agora?

Perdoar ou não uma traição?Se depois de analisar todos os pontos do seu relacionamento, o fato ocorrido e seus sentimentos te levarem a perdoar a traição, você é uma mulher corajosa por achar que vale a pena tentar mais uma vez. Porém, vale ficar atenta a uma coisa muito importante: não vá ficar remoendo a situação e muito menos ficar jogando na cara de seu companheiro o que aconteceu em toda briga que tiverem.

A decisão de perdoar envolve a coragem de esquecer o que aconteceu e não fará bem nem a você e nem ao relacionamento seguir em frente com estas lembranças (é capaz de se transformar em um relacionamento ainda pior). Sendo assim, você deve continuar confiando na pessoa que está do seu lado e não surtando a cada nova mensagem, telefonema ou saída que ele der. A relação deve continuar normalmente, como era antes do ocorrido.

Se acha que quer perdoar, mas não vai conseguir ficar sem tocar no assunto e vai explodir na primeira briga do casal, espere mais um pouco e peça um tempo ao seu companheiro (se ele te amar, vai entender, afinal, ele que está errado, né?). Depois disso, é só curtir a volta do namoro e aproveitar bastante.

Decidi não perdoar uma traição, e agora?

Perdoar ou não uma traição?Se analisando os prós e contras da traição decidiu que não consegue perdoar ou que não vale a pena, você é corajosa em admitir que merece algo melhor e vai seguir em frente. Então, levante esta cabeça e nada de ficar chorando pelos cantos pelo que aconteceu. Ao contrário, a errada não é você, então merece mais é se divertir muito.

Nos primeiros dias pode ser difícil, ainda mais quando o seu ex insiste na volta, mas mantenha-se firme que ao final do primeiro mês as coisas já estarão mais calmas e a ferida vai cicatrizando.

O que importa é ocupar a cabeça, se divertir com as amigas, sair e fazer o que gosta porque a vida continua e daqui a pouco arranja alguém que lhe dê valor.

Mas afinal, perdoo ou não uma traição?

Na verdade, não existe uma resposta única e certa para esta pergunta. Perdoar ou não uma traição é muito particular e envolve diversos fatores que somente a própria pessoa é capaz de responder. E não adianta nem mesmo tentar fazer alguma hipótese, pois somente vivendo a situação para descobrir a resposta.

Avalie sempre as duas hipóteses (de perdoar ou não perdoar) e veja qual a que te deixa mais tranquila. Lembre-se que será uma decisão importante para sua vida a dois.

A decisão certa de perdoar ou não uma traição só poderá vir de você mesma, depois de seguir as dicas, fazer as perguntas certas e analisar toda a situação. Ao final, o próprio coração irá responder e você se sentirá aliviada.

Facebook NadaFrágil.com.br

18 respostas para “Perdoar ou não uma traição?”

  1. leticia correa disse:

    se eu fosse ele n a perdoaria

    • marillyn disse:

      bom antes de pensar em perdoar tem que pensar muito por que sempre a segunda recaída homens que sempre pedem perdão a todos os momentos não e verdadeiro pois se admitissem seus erros e claro que haveria um arrependimento de verdade eu no meu lugar de mulher casada nao perdoarei tal absurdo pois quem erra uma erra duas e tambem tem muitos homens gostosos querendo um relacionamento serio verdadeiro e duradouro

  2. Cassiane disse:

    Muitos podem até perdoa uma traição, mas eu não perdoaria, pois quem trai uma vez tem coragem de trair mais.

    • Rosiane disse:

      Tambem concordo com vc. E outra, pode ate falar que perdoa mas depois a gente nao sabe se vamos continuar cobrando, dai qualquer briga vai bater nesta tecla. Ai complica. Traiu, vai um pro lado outro pro outro, mas bem longe.

  3. Juliana disse:

    ” Eu jamais seria capaz de perdoar uma traição! Nuncaaa!!!”

  4. Jéssica Moraes disse:

    Não, minha humilde e reta opinião quem trai não ama e quem perdoa falta com o amor mais importante do mundo: o amor próprio. Amor para mim é essa coisa imperfeita intocável, se trincar, despedaça e não junta.

    • Claudia disse:

      Você está confundindo amor próprio com sentimento de orgulho ferido. Amor próprio é amor que você tem por si mesma e nada e nem ninguém pode te tirar isso, a não ser que você não tenha.

  5. josy paula disse:

    eu não perdoaria pois vc ta se dedicando de coração a uma determinada pessoa que vc considera muito importante pra vc e ela quebra sua confiança eu na minha opinião confiança só se ganha uma vez na vida depois que perde não tem vola.

  6. Francielli disse:

    Resposta de Deus. Temos que ser imagem e semelhança dele. Deus perdoou o mundo então quem somos nós para não perdoar alguem? Perdoar não significa continuar com ele.
    1 Coríntios 13
    Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
    E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
    E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
    O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
    Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
    Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
    Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
    O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
    Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
    Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
    Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
    Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
    Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

  7. ira disse:

    Gente muito complicado falar de traiçao, só sabemos quando estamos dentro da cituaçao, eu disse que perdoei mas aquele homem que via com encanto e apreço, como o melhor homem do mundo pra mim não existe acabou o encanto, sempre me lembro do que ele me fez,hoje ele é bem melhor do que antes mais não consigo amar como antes, faz de tudo pra me ver feliz, tem dia que trato ele super mal na frente de mminha famíli, acho que nunca mais volta a ter a bele do começo. Disse!!”

  8. Carmen disse:

    Já fui traida várias vezes e depois de dois anos sem ele me trair, hoje descobri mais uma traição. Digo a vocês por experiência própria, a confiança nunca será a mesma. Depois que descobrimos a primeira e perdoamos no fundo sempre esperamos pela próxima. Como disse a Jéssica no comentário anterior acabamos com o nosso amor próprio. Concordo que a decisão de perdoar ou não cabe a cada um, mas o conselho que dou até mesmo para minhas amigas é que não perdoem, pois se teve coragem para fazer uma vez e você perdoar, vão fazer novamente pois quem perdoa uma vez, perdoa várias.

    • Rauana disse:

      E se a traição ocorrer por que o homem te deixou sozinha, você e ele estavam no mesmo local e ele não deu moral pra você, simplestemente te ingnorou, abandonou, deixou você la, e você torcendo para que acabasse oque estava tendo naquele local porque tinha esperança que ele ia vir falar com você no final, ir la com você, pedir desculpas, mas aquela esperança que você tava nada aconteceu, ele virou as costas e foi embora, sem se importar do que você ia embora de la, ai chega um homem com todas as intenções possíveis insisti em ficar com você, você nega várias vezes mas por estar chateada com o seu namorado, por estar frágil, no final acaba correspondendo um beijo do menino, beijo rápido, depois do acontecido se arrepende de todo o coração, e no dia seguinte você esclarece tudo para o seu companheiro, esclarece oque aconteceu, se acontece isso? não mereço perdão? foi só eu quem errei? eu precisava de atenção, precisava de cuidado, mas recebi tudo inverso, recebi desprezo, e falta de atenção. Mas no fundo não queria aquilo, me arrependo amargamente por mais que isso passou muito tempo, e por mais que continuo com quem eu amo, me arrependo amargamente, por mais que sei que ele me traiu antes de ter acontecido isso comigo, eu me arrependo de todo o coração.

    • Rauana disse:

      Cada caso é um caso, e eu acho isso, não acredito que quem trai uma vez trai sempre e quem perdoa uma vez perdoa sempre, minha opnião é totalmente inversa, acho que pra TUDO, tudo mesmo existe o perdão, e tudo tem perdão uma vez só, porque estamos sujeitos a errar, e aprender com o erro, às vezes tem pessoas que traem uma vez arrependem de verdade, e passa com a mesma pessoa até morrer sem trair mais, isso significa arrependimento sincero da pessoa, às vezes a traição que a pessoa cometeu nem foi por falha de caráter, tudo tem um motivo, milhares de motivos diferentes, nem uma relação é igual a nenhuma, então às vezes devemos rever, igual cita lá em cima, se a pessoa é destinada a trair mesmo, ou se aconteceu só aquela vez, e ela está arrependida, agora se a pessoa te traiu mais que uma vez, ou seja, duas, três… já não acho que ela se arrependeu por isso, porque quem se arrepende de verdade não comete o mesmo ato, se limpa e recomeça uma nova jornada, muda de atitude. Enfim, uma traição é perdoável SIM. Agora duas ou mais, abre o olho, se você acha que tem que perdoar perdoe, mas nesse caso eu acho melhor NÃO.

  9. Joelma disse:

    “Se eu perdoaria uma traição? Claro! Meu coração é nobre e sempre há perdão nele. Eu diria: “Amor, eu te perdoo”. Depois juntaria minhas coisas e nunca mais apareceria, mas eu perdoei, tá? Acho que não existe nada pior do que uma traição. Se dedicar, se entregar, amar a alguém e esse alguém te trair. “A carne é fraca”, justifica. A carne é fraca, mas eu sou forte e não mereço alguém assim do meu lado. Tudo bem que há os modernos que vivem em relacionamentos abertos. Se eu acredito em relacionamento aberto? Acredito! Relacionamento aberto, aberto ao fracasso, aberto ao fim, aberto a mágoa, aberto a toda falta de reciprocidade e dignidade sentimental que se possa imaginar. Afinal, o que é mesmo amar? É escolher uma pessoa entre milhões de especies disponíveis no mundo e elegê-la ao cargo máximo de estar única e exclusivamente ao seu lado. Se é pra ficar comigo e com mais todo mundo que aparecer na reta, eu prefiro ficar só! Em uma traição não importam os motivos de quem traiu, mas a dor de quem foi traído. Se traiu porque sentiu-se atraído, sinto muito, mas eu não sabia que estava namorando um imã que atrai tudo e todos, portanto, controle-se! Se traiu porque passou a gostar de outra pessoa, lamento, mas você não é nenhum líder religioso que é obrigado a amar a humanidade e, se fosse, isso excluiria o contato sexual. Traição não é oportunidade, nem escolha, é caráter “Caráter é uma linha reta, não faz curvas”. E se você gosta de andar em círculos, ande sozinho. Faça um exercício: toda vez que sentir vontade de trair, lave uma privada, pra você lembrar que toda traição termina assim: em merda. E no amor não basta apenas dar a descarga! A questão não é ter tudo, é escolher alguém e fazer dar certo. E se você não está disposto a ficar com uma pessoa só, sinto muito te informar, mas o seu destino é morrer sozinho.”

    • MARTA disse:

      Boa Tarde. Gostei do seu relato. Queria uma opiniao para de vez tomar uma decisao.

      O meu caso é o seguinte:

      Estava desconfiada ha um tempo do meu namorado. Que ja vai para 6 anos. Peguei uma vez o whatsapp dele e vi ele trocando mensagens de piada com uma mulher. Tudo bem até aqui. A situação foi piorando quando vi que tinha alguns conatos bloqueados e as conversas ele fez questão de apagar tudo, outra atitude suspeita.

      Com isso montei um fake no whatsapp e entrei em um grupo que ele participava. Com isso fui chamando aos poucos e ele começou a fazer algumas perguntas como idade, o que gostava de fazer na cama, e na foto fake falou que tinha cara de mais nova e me elogiando.

      todo final de semana estamos juntos. essa conversa ocorreu em um sabado na parte da tarde. quando ele chegou para me encontrar no inicio da noite. eu perguntei ele se poderia ver o celular dele ou que ele abrisse o whatsapp para ver se tinha atualizações de um grupo de piadas que ele tem. ele se recusou dizendo que nao ia mexer com mais nada e tambem estaria desinstalando o aplicativo e começou acessar alguns sites de jornais para ler materia para eu nao pegar o celular. ou seja, uma saida para nao mostrar que estava em conversa com um fake (que era eu).

      e nessa conversa ele tinha marcado um encontro com o numero fake as 1h da manha. ele me deixou em casa as 00:20h. ai cheguei em casa chamei ele (fake) e falei que estava esperando em um local para encontrar. ele recusou dizendo que nao daria nesse sabado. que ele me ligava ou mandava mensagem de texto e seria melhor durante a semana. e ainda ressaltou que nao era para ficar chamando ele no whatsapp porque o irmao dele tem costume de pegar o celular para jogar e poderia ver a conversa (mentira tambem. porque o irmao dele é bem pequeno e nao sabe mexer no celular ainda e nao sabe ler).

      com isso no domingo mais uma vez perguntei se ele tinha atualizaçoes no whatsapp, ele nao me mostrou. ai nao aguentei esperar e disse que consegui copiar as conversas e grampear o texto entre ele e o fake que tinha criado.

      ele nao assumiu hora nenhuma que ia me trair e falou que estava só zuando com o fake. nao me falou nada porque falou que eu nao entenderia. ressaltou ainda que nao tem coragem de me trair. desistalou o aplicativo e disse que nao vai ter mais.

      agora eu fico na duvida. porque ele mentiu tanto para mim? isso foi so um teste que fiz. e ele ja estava agendando um encontro com a pessoa fake que criei.

      será que posso confiar ainda? nao sei se continuo e tento criar uma outra alternativa de rastrear os passos dele. ele nao chegou a encontrar com o fake, porque tambem nao esperei a semana iniciar para ver se ele ligaria; fiquei desesperada e soltei o verbo no dia seguinte devido a prolongar tanto a conversa. mas, só de perguntar tanto e algumas coisas intimas e elogiar ainda a foto eu fiquei muito magoada. estou bem triste com tudo isso. com muita conversa com ele no domingo , ele falou que foi uma fraqueza dele. que jamais teria coragem de me trair.

      ele sugeriu morar junto com ele para acabar com essas desconfianças. nao moramos juntos ainda devido ao financeiro. ele resolveu abrir mao de algumas coisas para comprar uma casa e sair da residencia de nossos pais. nao sei se vai valer a pena! na conversa com ele assim que conheci pedi a ele transparencia e honestidade sempre, é base para confiar. e isso nao ocorreu na justificativa por parte dele , porque falou que sou dificil para entender algumas coisas. para mim conforme eu falei a ele. nao entendo mesmo esse caso. perguntei a ele porque chegou a prolongar tanto a conversa com uma pessoa desconhecida que atraiu pela foto? quem ama , acredito que corta o mal pela raiz. ele deveria ter bloqueado imediatamente esse fake e nao ter continuado a conversa.

      tá muito difil, estou sofrendo demais. ele disse que me ama. neim sei se acredito mais. eu o amo de paixao. nao consigo imaginar sem ele por enquanto. estou a chorar constantemente e sem forças para tomar uma decisao final.

      espero que alguem me ajuda e me de uma opiniao sobre o relato. ficarei muito feliz pela sinceridade de voces em face do exposto.

  10. Raquel disse:

    Meu namorado me traiu e eu não to indesisa pq não sei se perdoo ou não eu só não quero perdoar pq ele estuda e ano que vem não estarei na escola então já era a confiança e não terei paz, e por outro lado não quero terminar pq o amo só que n da p fica com alguém que irá viver perto da pessoa que ele me traiu só que to com medo de não perdoar e me arrepender .

Deixe uma resposta