NadaFrágil.com.br

Truques para combater as Olheiras


Joyce Carla

Espelho, espelho meu, quem tem mais olheira, um panda ou eu? No urso, a cor escura perto dos olhos é fofa, no caso dos seres humanos, isso dá um ar cansado ao rosto. Ninguém gosta de se olhar no espelho e perceber que há manchas arroxeadas ou acastanhadas nas áreas dos olhos. Além de nos fazer parecer mais velhos e cansados, as olheiras provavelmente têm maior impacto na aparência do que as próprias rugas e os cabelos brancos.

OlheirasElas podem ser ocasionais ou permanentes, mas são visíveis e apresentam tonalidades diferentes das pálpebras inferiores e do resto do rosto. Para escondê-las podemos contar com alguns truques de maquiagem, como o uso dos corretivos que ajudam a disfarçar as olheiras. A boa notícia é que existem tratamentos eficazes e cremes potentes que combatem esse incômodo.

É fundamental, antes de qualquer tratamento, conhecer as causas das olheiras que afectam tanto o homem como a mulher, pois apesar destas não serem normalmente sinal de esgotamento ou de uma doença grave, podem fazê-lo sentir-se cansado e doente. O segredo é atingir o que provoca as olheiras: o excesso de pigmentação nas áreas dos olhos e a má circulação na região. Segundo o dermatologista Fernando Passos de Freitas (CRM-106.504), as olheiras são marcas profundas e de colorações arroxeadas que se formam ao redor dos olhos.

“Se a circulação local  não funcionar corretamente, os pigmentos do sangue não passam no interior dos vasos, acumulando-se no tecido conjuntivo e dando à pele uma cor particular, que varia entre o amarelo e o negro. E assim surgem as olheiras”, explica o médico.

Causas das olheiras

A pele em redor das pálpebras é a pele mais fina no corpo. Quando o sangue passa através de grandes veias perto da superfície da pele, pode produzir um tom azulado. Quanto mais transparente a pele for, mais escuras são as olheiras. Por isso, mesmo quem mantém um estilo de vida saudável, pode ter propensão ao desenvolvimento das olheiras. Entre suas causas, podemos destacar a hereditariedade, a vasodilatação local mais intensa,  a tensão pré-menstrual, além da desidratação da pele, doenças em geral, medicamentos, bebidas alcoólicas, fumo, café e o próprio cansaço.

Qualquer condição que provoque coceira nos olhos pode contribuir para a formação de olheiras, devido à fricção ou coçar de pele em seu redor. Algumas alergias alimentares também podem fazer com que a área debaixo dos olhos pareça mais escura. A falta de nutrientes na dieta, ou a falta de uma dieta balanceada, também pode contribuir para a descoloração da área debaixo dos olhos. A pele também pode ficar mais pálida durante a gravidez e a menstruação (devido à falta de ferro), permitindo que as veias debaixo dos olhos se tornem mais visíveis.

Acredita-se que a falta de mineral de ferro pode também causar olheiras. A deficiência de ferro é o tipo mais comum de anemia e esta condição é um sinal que não está a chegar oxigénio suficiente aos tecidos do corpo. Todas as medicações que causem dilatação dos vasos sanguíneos podem fazer com que a área sob os olhos escureça, porque a pele sob os olhos é muito delicada e qualquer aumento do fluxo sanguíneo é revelado através da pele.

Condições como a fadiga e um estilo de vida acelerado fazem a sua pele ficar mais pálida, o que faz com que as suas olheiras assumam o protagonismo, permitindo que o sangue sob a pele se torne mais visível e parece mais azul ou mais escuro. É mais provável que as olheiras se tornem mais visíveis e permanentes com a idade. Isso ocorre porque as pessoas envelhecem, a sua pele perde colágeno, tornando-se mais fina e translúcida. As olheiras podem também começar a aparecer gradualmente mais escuras num olho do que no outro.

Tratamentos para Olheiras

Se você também está cansada de se levantar todos os dias e olhar para o espelho e ver que as indesejadas olheiras, conheça alguns tratamentos estéticos que ajudam a amenizar o aspecto das olheiras em apenas algumas sessões. Um dos tratamentos mais indicados é o combinado de carboxiterapia, drenagem linfática facial com pedras frias e ionização com vitamina C. Esse tratamento minimiza as olheiras, bolsas e linhas de expressão da região dos olhos.

“As causas do problema e o hábito de vida de cada um podem interferir na indicação e na durabilidade dos tratamentos estéticos. Cuidar da pele, utilizar produtos que agem diretamente no local e recorrer aos procedimentos estéticos podem, quando associados, garantir um resultado satisfatório”, alerta Fernando Passos de Freitas.

A carboxiterapia é um tratamento indicado para tratar as olheiras que têm causa hereditária. A técnica permite que o gás carbônico seja injetado ao redor dos olhos, estimulando a circulação e fazendo que o oxigênio chegue ao local. A fototerapia é um procedimento feito por meio de um laser que atinge os pontos escurecidos da pele para descongestionar a região. Esse efeito melhora a circulação e, consequentemente, clareia a pele ao redor dos olhos.

O peeling age por meio da esfoliação e retira as camadas de pele escurecida da região dos olhos. Como o tratamento é agressivo, o uso de protetor solar por até 15 dias após o processo é obrigatório. A técnica de preenchimento tem a finalidade de preencher a concavidade abaixo dos olhos com ácido hialurônico, que estica a pele. O resultado disso, segundo o dermatologista, é o clareamento da região após algumas sessões.

Se você tem bolsas abaixo dos olhos a drenagem linfática é a melhor opção para tratar esse incômodo. O método age na circulação e ameniza os pontos escuros, eliminando o inchaço de toda a região ao redor dos olhos.

Invista em vitaminas

De acordo com o dermatologista, outra dica para quem quer diminuir as olheiras é optar em usar cremes a base de vitamina A, C, K e de ácido mandélico. Eles aumentam a tonalidade da pele e evitam problemas na vascularização.

Para disfarçar as olheiras, você também pode usar um corretivo do mesmo tom da pele. Com a ajuda de um pincel, você deve passar o produto nas pálpebras superior e inferior, no canto dos olhos, canto do nariz e abrindo levemente para as maçãs do rosto para uniformização com o restante da pele do rosto. A base e o pó também devem ser usados para amenizar as imperfeições.

“O corretivo deve ser aplicado após a base, para melhorar o acabamento. Em relação aos olhos fundos, é importante aplicar a base, pó e o corretivo nas duas pálpebras”, aconselha Fernando Passos de Freitas.

Compressas vasoconstritoras

O dermatologista indica também algumas compressas que devem ser aplicadas com água gelada ao redor dos olhos pelo menos três vezes ao dia. As compressas podem ser feitas com substâncias calmantes ou derivados de camomila. Esse procedimento feito diariamente atenua o problema e melhora o aspecto da pele.

– Coloque fatias de pepino frio sobre os olhos fechados por 15 minutos. Não há necessidade de tal rotina todos os dias, bastam duas vezes por semana.
– Beba bastante água. A água é um bem essencial que faz maravilhas à sua pele. Beba pelo menos dois litros de água por dia, e verá que a pele ao redor dos seus olhos ficará muito mais hidratada e menos translúcida, logo atenuará o quadro.
– Use protetor solar com um fator mínimo de 30  para evitar o enfraquecimento causado pelo sol.
– Descanse bastante. Durma pelo menos oito horas por dia.
– Consuma alimentos ou suplementos ricos em Vitamina C. Esses alimentos ajudam a fortalecer as paredes dos vasos sanguíneos.

Curiosidades sobre as olheiras

Você sabia que elas são a segunda queixa dermatológica mais comum? Pois é. As olheiras só perdem para as acnes em quantidade de reclamações nos consultórios dermatológicos. Se contarmos problemas de pele não hormonais, as olheiras são o problema mais comum em disparado.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *