NadaFrágil.com.br

Varizes: Causas e Tratamentos


Eliana Lee

Incômodas, as varizes atrapalham a vida e a auto-estima de muitas pessoas. Elas são o resultado das dilatações das veias do corpo, que ficam bem maiores e se espalham de maneira desordenada ao seu redor. Esteticamente, o resultado não é nada agradável: as veias ficam escuras, em relevo e em casos específicos podem doer e incomodar bastante.

Em quase todos os casos, as varizes ocorrem nos membros inferiores, principalmente nas pernas, o que impede que algumas mulheres usem saias ou vestidos mais curtos. Em situações extremas, a auto-estima da pessoa fica abalada, impedindo-a de ir a festas ou em praias, por exemplo.

Mas afinal, quais são as causas e o que fazer para tratar das varizes?

 vari

As principais causas das varizes

As varizes aparecem comumente em pessoas que tenham até 70 anos de idade, principalmente em mulheres e que tenham predisposição genética para o surgimento do problema. Em alguns casos, as primeiras varizes começam a surgir já na adolescência quando há uma verdadeira transformação na quantidade de  hormônios circulando pelo corpo.

Mas os homens também sofrem deste mal. Boa parte das pessoas do sexo masculino podem desenvolver o problema também na puberdade, quando é comum que sofram aqueles “surtos de crescimento”, possibilitando a dilatação das veias.

Outro agravante é ficar muito tempo em pé. Isso explica porque tantos profissionais de determinadas funções acabam desenvolvendo varizes: professores, vendedores de lojas, garçons, atendentes e seguranças, por exemplo, passam longos períodos em pé ou andando e têm mais chances de desenvolver varizes.

O salto alto, que é tido como grande vilão, nem sempre representa um risco iminente: o ideal seria variar saltos altos e baixos durante a semana, para não sobrecarregar a panturrilha. Fazer exercícios de alongamento nas pernas antes de colocar o calçado também é importante, para não prejudicar a circulação e com isso, no futuro, ter mais possibilidade de desenvolver as varizes.

E para quem trabalha o dia inteiro sentado, o risco também existe, pois a posição prejudica a circulação adequada do sangue. O ideal, portanto é estabelecer momentos para levantar-se e literalmente “esticar as pernas”.

Como prevenirAlongamento no Trabalho

Não há um remédio específico para evitar o aparecimento das varizes, mas alguns médicos podem prescrever medicações que amenizem os sintomas e diminuam relativamente o problema. O ideal, portanto, é adotar alguns hábitos que previnam a dilatação das veias.

No trabalho, faça pausas programadas para respirar, relaxar e alongar. Além de primordial para sua circulação, é um ótimo meio de se livrar do estresse. Antes da saída para o almoço, por exemplo, desligue-se por alguns instantes e sente-se para descansar. Faça pequenos alongamentos e respire com tranquilidade. Quando sentada, mova os pés para cima e para baixo durante alguns minutos por hora. Se você não dispõe de muito tempo, faça ao menos uma série de alongamentos diários antes de sair de casa e após o expediente.

Na academia, peça a seu orientador ou personal trainer para caprichar na série de exercícios aeróbicos: eles dão aquela turbinada na sua circulação.

Evite pegar peso. Pegar peso com posturas inadequadas, pior ainda! Não sobrecarregue sua coluna nem suas pernas quando houver a necessidade de carregar peso.

Também é possível usar as meias compressoras que ajudam na circulação eficiente. Elas previnem o aparecimento das varizes e você pode utilizá-las por baixo da roupa. As cores geralmente são bege e preto. Nem todo mundo gosta muito dessas meias por não serem tão bonitas quanto meia-calças normais, então preferem fazer uso do produto apenas em casa.

Tratamento para Varizes

Quando a dilatação ocorrida é simples, surgem apenas “vasinhos”, que podem ser tratados em clínicas de estética credenciadas, com sessões de injeção. Quem preferir, pode optar pelo laser, mas mesmo assim deve se preparar para a dor: o procedimento, apesar de rápido, dói.

Alguns cremes também prometem o desaparecimento dos mesmos, mas não há comprovação científica de que eles realmente funcionem, por mais caro que seja o produto. O creme acaba funcionando como um hidratante comum. O que ajuda, de verdade, é a massagem feita durante a aplicação que estimula a circulação sanguinea.

Em casos graves, a pessoa precisa se submeter a uma cirurgia específica. O procedimento cirúrgico elimina o problema, mas existe a possibilidade de surgirem manchas durante o pós-operatório nos locais foram feitas as intervenções. A cirurgia é feita com o paciente sedado (anestesia) e monitorado por aparelhos específicos enquanto a veia doente é retirada através de um pequeno orifício.

Vale lembrar que a cirurgia elimina as veias dilatadas mas não impede que novas varizes surjam no futuro. Adotar hábitos saudáveis, investir em boa alimentação e cuidar da circulação continuarão sendo prioridade para que o problema não volte a aparecer.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *