NadaFrágil.com.br

Veja Como Fazer um Jardim Suspenso – Dicas e Fotos


Joyce Carla

 jardim suspensoMorar em apartamento não é mais desculpa para não ter um belo jardim em casa. Há diversos modelos de jardim suspensos que trazem um verde natural para dentro da sua casa, seja na parede da varanda, da sala ou até mesmo da cozinha. Esses jardins são iguais aos comuns, precisam dos mesmos cuidados e manutenção. A única diferença é que, como são planejados na vertical, em vez de serem colocados na horizontal, é preciso dar uma atenção especial à rega para não faltar água às plantas (já que muitos locais usados para os jardins verticais ficam ao abrigo das chuvas) nem afogá-las (usando suportes impermeáveis).

Uma forma de manter a rega em um volume adequado é por meio do gotejamento – um sistema que, como diz o nome, realiza a rega gota a gota. Com uma mangueira pequena perfurada, as gotas são distribuídas diretamente na terra em que a planta está enraizada. Assim é possível manter a umidade do solo. Para esse sistema, é necessário um temporizador para controlar o tempo de irrigação. Isso é indicado para projetos mais complexos, como no caso dos jardins de bocos pré-moldados ou de peças de cerâmicas fixadas na parede. Nesses casos, é melhor procurar um especialista para impermeabilizar a parede e instalar o sistema de irrigação.

Se você pretende fazer um jardim mais simples, pode fazer um modelo sozinha, usando garrafas PET, vasos ou até mesmo com uma sapateira de nylon. Esses modelos de jardins verticais também são positivos por ficarem destacados da parede e, assim, evitam passar umidade ao prédio e por combaterem o efeito ilha de calor urbano. Além disso, eles formam uma decoração ainda mais ecológica e sustentável com o reaproveitamento de materiais.

Confira também nosso artigo ensinando a fazer um belo Jardim de inverno.

Escolha as Plantas para o seu Jardim

plantas para seu jardimOs jardins verticais aceitam qualquer planta – ornamental ou de cultivo. Mas cuidado na escolha das plantas. Não adianta ser apenas bonita, ela tem que se adequar ao local que você dispõe para o jardim. As plantas são divididas em três grupos: as de pleno sol, que precisam de pelo menos quatro horas de sol direto por dia, como as azaleias e as onze-horas; as de meia-sombra, que não recebem sol direto em nenhuma parte do dia, mas precisam de pelo menos quatro horas diárias de luz indireta, alguns exemplos são a violeta-africana e o lírio-da-paz; e as plantas de sombra, que recebem apenas luz difusa, entre quatro e seis horas por dia, sem sol ou claridade direta, como a jibóia e a palmeira-ráfis.

Outros detalhes que você deve prestar atenção quando for escolher a planta para o seu jardim vertical são: o tamanho das plantas e a quantidade de vento no local. Na hora da compra, não tenha vergonha de consultar um profissional (paisagista ou técnico agrícola), para pegar dicas e orientações sobre a instalação, as regas e as podas. A primeira dica de muitos jardineiros é usar o substrato à base de turfa, uma matéria orgânica que ajuda no desenvolvimento da planta, retendo mais umidade que um substrato convencional.

Um jardim de PETs

jardim suspensoO arquiteto Marcelo Rosenbaum, que comanda o quadro “Lar Doce Lar”, no programa Caldeirão do Huck fez um jardim vertical usando garrafas PET e passou as dicas para quem quiser fazer um igual. Antes de qualquer coisa, é preciso que você tenha disponível um local em que o piso possa receber umidade, já que pode haver uma excesso de água que escorra para o chão. Por isso, o ideal é montá-lo em um local que tenha gramado ou área em que a água possa cair. Você vai precisar de: garrafas PET de dois litros, tesoura, corda de varal ou cordoalha ou barbante ou arame, arruelas (somente para quem optar por cordoalhas ou arames), terra e muda de planta.

Após escolher as garrafas, lave-as e seque-as. Em seguida, faça um corte das garrafas criando uma espécie de janela, que será a abertura por onde a planta irá crescer. Cuidado para não cortar completamente as laterais da garrafa, para que o substrato não vaze. Faça também dois furos na região próxima às aberturas, superior e inferior. Será por esse espaço que o cordão que segura as garrafas irá passar. Segundo o arquiteto, o ideal é que todas as garrafas tenham marcações em distâncias equivalentes, para manter a simetria quando forem penduradas. O fundo de todas as garrafas deve ter um furo, para escoar o excesso de água.

Para preparar o plantio, coloque dentro da garrafa, primeiro, algumas pedras e uma pequena camada de manta geotêxtil, que é um tipo de tecido para ajudar a drenar o jardim. Por último, coloque a planta e o substrato. No lado oposto, faça um pequeno furo ou até três furos do tamanho de um prego (para pingar e a planta não se afogar). Depois, escolha uma maneira para fixação das garrafas. Uma sugestão é pendurá-las em um varal, colocando as garrafas em sequência. Agora, você terá de regar e podar sua planta, conforme a necessidade dela.

Jardim de Sapateira

Jardim de SapateiraUma outra forma de criar um jardim suspenso sustentável é usar uma sapateira de nylon. Essa sugestão é da paisagista Caterina Poli. Para fazer usar essa decoração ecológica na sua casa, você vai precisar de uma sapateira de nylon, um varão de cortina de 1,50m com suportes, uma pá de jardinagem, 1kg de argila expandida, 1kg de terra vegetal. Caterina sugere o uso de plantas suculentas, que são mais resistentes e necessitam de rega somente uma vez por semana. As espécies indicadas são: aórtia cuspidata, dedinho-de-moça, ripsális arbustivo, rosa-de-pedra, aórtia e colar-de-pérolas.

Encontre o espaço em que o seu jardim vertical ficará instalado. Assim como o jardim de garrafa PET, neste caso, a água excedente da rega pode escorrer, então escolha um local apropriado para isso. Coloque o varão na parte superior da sapateira. Instale o suporte do varão na parede como se fosse uma cortina. Comece a preparação colocando cinco dedos de argila expandida em cada parte da sapateira que for usar para o plantio. Cubra com terra adubada, a metade do espaço que sobrou de cada bolso preenchido e coloque as mudas.

A paisagista alerta sobre o cuidado que se deve ter com as raízes ao fazer o plantio. Se a sua sapateira não tiver uma boa drenagem, faça pequenos furos no fundo de cada bolso. Isso evitará que suas mudas fiquem encharcadas e possam morrer. Outra dica é colocar as plantas que ficam maiores nos bolsos mais baixos.

Veja algumas fotos de jardins suspensos:

Facebook NadaFrágil.com.br

Uma resposta para “Veja Como Fazer um Jardim Suspenso – Dicas e Fotos”

Deixe uma resposta