NadaFrágil.com.br

Você sabe o que é lúpus?


Fabíola Cunha

Recentemente, a cantora e atriz americana Selena Gomez divulgou que está se afastando do palcos e telas de cinema e TV para focalizar seu tratamento contra lúpus, doença que ela descobriu ter em 2014. A jovem artista de 24 anos diz ter desenvolvido depressão e síndrome do pânico associada à doença e prefere cuidar da saúde agora, deixando de lado sua movimentada vida profissional.

lúpus

A decisão chamou a atenção para essa doença que, infelizmente, ainda não tem cura. Mas, afinal de contas, o que é lúpus?

Como o lúpus funciona

lúpus

Essa é uma doença autoimune que surge quando os anticorpos do organismo de uma pessoa começam a atacar esse mesmo organismo. Não há uma certeza de porque isso acontece, mas o problema aparece principalmente em mulheres na faixa etária entre 15 e 45 anos de idade.

Os sintomas manifestados são inúmeros, afetando órgãos e sistemas diversos em cada paciente:

  • Articulações
  • Pele
  • Pulmões
  • Sistema nervoso
  • Rins

lupus

A intensidade com que os sintomas aparecem e permanecem também varia bastante de paciente para paciente. Alguns dos sintomas mais comuns são dores e inchaços nas articulações, lesões na pele quando em exposição à radiação solar, manchas vermelhas na região das bochechas e nariz, febre e fadiga. Por causa dessas diferentes manifestações, também são diferentes os tratamentos e o impacto que a doença tem na vida da pessoa.

A depressão e o pânico enfrentados por Selena não são sintomas comuns da doença, mas acabam acometendo pacientes de doenças crônicas e graves. Afinal, a perspectiva de passar a vida toda em alerta contra o lúpus é algo que fragiliza o lado emocional e psicológico de qualquer um.

lupus

Tratamento do lúpus

Os medicamentos utilizados mais comumente para tratar o lúpus são corticoides, cloroquina e imunossupressores. Recentemente um medicamento chamado belimumabe, de origem imunobiológica, também foi inserido no mercado para controlar a doença. As perspectivas são otimistas, com cerca de 30 estudos internacionais em andamento para tratar a doença, em especial na área de biologia molecular.

Qualquer sintoma associado à doença deve levar a pessoa a buscar um reumatologista de imediato.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta