Como aumentar a autoestima? Dicas para te ajudar

Saber como aumentar a autoestima é o sonho de muitas mulheres. Ainda mais quando paramos para refletir acerca de todas as cobranças que recaem sobre o universo feminino.

Cobram de todas nós um corpo com medidas específicas, e unhas impecáveis. Além de cobrarem até mesmo a cor das nossas axilas! Sim, nem esta parte do corpo está livre destas cobranças.

E, no meio disso, vemos diversas colegas, amigas, irmãs e primas caírem no poço da baixa autoestima. Simplesmente por não estarem plenamente dentro daquilo que “tenta” ser imposto pela sociedade.

No entanto, como lidar com isso? Como aumentar a autoestima e se sentir mais segura consigo mesma? Bem, para isso existem alguns passos e cuidados diários que podem te ajudar.

E se você é dessas que se sente fragilizada com as próprias cobranças internas que tens feito de ti, então não deixe de acompanhar o nosso artigo de hoje. Estamos aqui para te ajudar a sair dessa! Confira a matéria:

Dicas de como aumentar a autoestima

Antes de qualquer coisa, lembre-se que o processo de autoconhecimento, que o que ajuda a quem quer aprender a como aumentar a autoestima, precisa ser feito com calma. Não tente “aumentar o amor próprio” da noite para o dia. A não ser que você acredite em amor a primeira vista!

Caso você não seja dessas apaixonadas, sabe o quanto demoramos para gostar e para se apaixonar por uma pessoa nova, não é? E isso vale também para a autoestima e o autoconhecimento.

Você precisará desenvolver este seu lado com calma, muita paciência e uma dose intensa de perseverança. E assim, a cada dia poderá dar um passinho a mais rumo a auto aceitação.

Mas, não vá com a ideia de que estamos tratando de um desenvolvimento “fácil”. Na verdade, a auto aceitação pode, no começo, ser bastante dolorida. E tudo bem também!

O importante é você seguir este caminho, dentro do seu tempo e dentro das suas possibilidades, até chegar ao seu objetivo final: uma autoestima saudável e equilibrada.

1- Como você mensura a “beleza” de alguém?

O primeiro passo para quem quer aprender a como aumentar a autoestima, bem como para a desconstrução dessas “muralhas internas” que você mesma criou, é você se perguntar como tem mensurado a beleza de alguém. Mas o que isso significa?

Bem, pare e reflita sobre quais características te chamam a atenção em uma pessoa. Vamos supor que você repara na pele, nos cabelos e no abdômen.

Logo, você sempre observa estas características nas outras pessoas, certo? Mas de que forma? Ou melhor, a partir de qual meio?

Pois saiba que muitas mulheres seguem outras mulheres nas mídias sociais, como o Instagram, e usam apenas as fotos como critério de avaliação de beleza. E assim, quando percebem que não se “encaixam” naquelas imagens, sentem-se feias e desmotivadas.

Porém, o que muitas dessas mulheres – para não dizer todas – não sabem é que uma foto está longe de ser a realidade. Ali temos um bom ângulo, uma boa iluminação, maquiagem, penteado e até mesmo edições com filtros.

Sendo assim, fica claro que o que você vê na internet está bem longe de ser o que realmente é.

Portanto, comece a mudar a sua maneira de mensurar a beleza em alguém. Não busque referências apenas na TV, nas revistas, nos blogs e nas fotos do Instagram.

Na verdade, pare de buscar por padrões! Comece a enxergar pontos positivos nas outras pessoas, que não dizem respeito as características que você mais presta atenção. Como no nosso exemplo: abdômen, cabelo e pele.

Mas sim, comece a reparar no nariz, nas bochechas, nas mãos… Procure por uma característica bonita nos outros e repare nela. Mesmo que essa pessoa não tenha o abdômen tanquinho!

Pouco a pouco você começa a mudar a sua forma de mensurar a beleza. E assim, quando se dá conta, começa a perceber as suas características positivas também.

2- Pare de se comparar com os outros

Seguindo a ideia do tópico anterior, procure parar de se comparar com os outros. Principalmente quando estes outros não são reais e fazem parte do universo chamado “edição de imagem”. 

Você, assim como todas as pessoas, é única. Possui sua personalidade singular e uma história que jamais poderá ser replicada. Pois como aumentar a autoestima se nos comparamos com outros?

  Temas Femininos para Tumblr

Do mesmo modo, conta com características físicas que jamais poderão ser comparadas. Não existem duas pessoas iguais! É por essa razão que a comparação pode ser bastante perigosa e até mesmo agressiva.

Não tente ser igual ao outro. Você é você, e precisa compreender que jamais terá os mesmos traços que outra pessoa tem. E ainda bem que jamais terá!

Imagine só um universo onde todo mundo fosse igual? Que graça teria? Como saberíamos que estaríamos conhecendo uma nova pessoa incrível? Pois é!

3- Ao invés de enxergar o ruim, desenvolva-se

Muitas mulheres possuem o costume de se menosprezar, em qualquer oportunidade. Ficam se colocando pra baixo e apenas apontando as suas características ruins. Porém, muitas vezes não buscam se desenvolver em cima disso…

O que estamos querendo dizer com isso? Estamos querendo dizer que você precisa, a partir de agora, parar de enxergar apenas o ruim que supostamente “há em você”. E caso ainda enxergue, comece a trabalhar para que este “defeito” melhore.

Por exemplo, você não gosta das suas unhas curtas e que quebram o tempo todo. Ao invés de apenas se queixar da quebra, que tal dar a volta por cima, lixar a sua unha e pintar ela mesmo estando curtinha?

É preciso criar outras perspectivas e outras possibilidades para os seus supostos “pontos fracos”. E, além disso, é preciso enaltecer cada vez mais os seus pontos fortes!

A sua unha não cresce como você gostaria, mas a sua mão é linda e você adora ela do jeitinho que é? Então enalteça isso usando o seu anel favorito!

Acredite, são estas pequenas medidas que podem mudar todo o dia de uma mulher com baixa autoestima. E não custa tentar!

4- Busque se exercitar e se alimentar bem

Lembre-se que nada cai do céu. Um corpo em forma não vai aparecer na sua frente da noite para o dia. E se esse é o maior motivo da sua baixa autoestima, talvez esteja na hora de rever a sua rotina.

Afinal, como aumentar a autoestima se permanecermos sempre no mesmo lugar?

É claro que não estamos te impondo algo. E muito menos estamos querendo dizer que você precisa ser uma musa fitness (até porque elas contam com milhares de procedimentos estéticos e edições de imagem, lembra?). Mas sim, o que estamos querendo dizer é que você precisa cuidar mais de si.

E praticar exercícios físicos é uma boa forma de cuidar de si mesma. É a partir dos exercícios que você pode remodelar o seu corpo, proporcionar mais bem estar físico e mental e desenvolver a sua resistência.

Pois saiba que a academia vai além de um “corpo definido”. Ela também trabalha a nossa mente em sintonia com quem somos! Quando estipulamos uma meta na academia, passamos a nos conectar ainda mais com nós mesmas. E assim, nos dedicamos rumo ao nosso objetivo.

Sendo assim, uma das primeiras provas de amor rumo à “cura” da baixa autoestima. Você estará provando a sua importância para si mesma!

E o mesmo vale para a alimentação equilibrada. Quando comemos bem, passamos a nos sentir mais “limpas” e saudáveis. Com isso, temos mais disposição ao longo do dia e automaticamente passamos a nos enxergar com outros olhos.

E olha que não estamos falando apenas do emagrecimento. Mas sim, estamos falando do orgulho que sentimos de nós mesmas, quando mantemos uma prática regular de exercícios e uma alimentação saudável. 

Pode testar!

5- Crie metas e batalhe por elas

Outra forma muito interessante de como aumentar a autoestima é criar as suas próprias metas e batalhar por cada uma delas. E não estamos nem falando de metas mirabolantes que podem levar você à exaustão. Estamos apenas falando de metas, independente do tamanho dela.

Por exemplo, você pode estipular como meta caminhar pelo menos durante 15 dias no mês. Não precisam ser dias corridos, e isso é apenas uma sugestão.

Logo, quando chegar ao fim do mês você pode averiguar em sua agenda se fechou os quinze dias. Caso tenha fechado, poderá comemorar com uma janta especial, um passeio ou um dia inteirinho para cuidar de si.

Legal, não? É como se você “se premiasse” por conquistar algo que queria muito.

  Boa de Papo – Saiba como conquistar o seu paquera na primeira conversa

Mas, além de se presentear ao atingir os seus objetivos, saiba que as metas também nos mantêm motivadas. E uma coisa é certa, quando nos sentimos motivadas, nos sentimos bem consigo mesmas! O que acaba elevando também a nossa autoestima.

6- Anote algo que você fez de bom ao longo do dia

Uma ótima maneira de aprender a como aumentar a autoestima é trabalhando ela ao longo do dia. Mas como? Prestando atenção em tudo de bom que você desenvolve, pratica, faz no decorrer da sua rotina.

Por exemplo, você pode criar uma agenda, como se fosse um diário, apenas para pôr em prática esta atividade. Todos os dias, antes de dormir, você pode escrever algo (ou mais de uma coisa) boa que você fez no dia.

Apresentou um trabalho na faculdade e se saiu bem? Anote sobre ele. Cortou o cabelo e valorizou o formato do seu rosto? Anote. Lavou toda a roupa de cama, sendo esta uma atividade que você vinha procrastinando há tempo? Anote também!

Pouco a pouco você começa a automaticamente dar mais valor para as coisas boas da sua personalidade e das suas atitudes, do que as ruins. No decorrer do dia se deparará com pensamentos como “nossa, eu preciso anotar isso! Eu me saí muito bem!”. E assim, eleva a sua autoestima, a cada nova coisa boa que desenvolve.

Mas hein, não precisa se “cobrar” demais aqui, ok? Qualquer pequeno passo pode ser anotado. Até mesmo o fato de não ter jogado a toalha molhada na cama: ponto pra você! Cuidou do seu conforto, da sua cama e da organização da sua casa.

7- Se você errou, é porque tentou!

Tente, a partir de hoje, mentalizar esta frase. Afinal, só pode errar aquele que tentou, não acha? E se você tentou é porque deu um passo importante em sua vida.

E não importa qual o tamanho do erro. Nem tampouco a frequência que ele pode aparecer. Não estamos aqui para te julgar, e muito menos para mensurar a sua dor. Mas sim, estamos aqui para tentar lhe fazer compreender que ninguém é perfeito.

E ainda bem que ninguém é. Pensa que chato conviver com alguém totalmente previsível e certinho? Pois é.

Portanto, comece a tentar extrair o aprendizado que os seus erros trazem com eles. E pare de enxergar apenas o que há de ruim na situação.

Tente carregar um novo lema, que pode te ajudar neste momento: Todas as coisas cooperam para o bem. Independente do que for! Sempre enxergue um lado positivo.

E isso vale para qualquer situação, até as mais difíceis. Por exemplo: você cometeu um erro que resultou em um acidente que te machucou? Bem, você pode compreender a situação como um aviso para viver a sua vida mais plenamente!

É claro que estamos apenas sugerindo algo… Mas é importante que você sempre busque a positividade das situações, dentro de você!

8- Tenha um hobby que te faça bem

Esta é uma das maneiras mais efetivas de como aumentar a autoestima. E sabe por quê? Porque quando descobrimos algo que gostamos de fazer, passamos a valorizar este momento com a nossa própria companhia.

Afinal, estaremos desenvolvendo uma atividade prazerosa que nos conecta ainda mais com quem realmente somos. E, dessa forma, percebemos a importância que temos para nós mesmas!

Portanto, comece a pensar em qual tipo de hobby seria interessante para você. E vale qualquer coisa: arrumar a casa, passear de patins, escrever, desenhar… Enfim!

Mas não adianta apenas descobrir o que você gosta de fazer e deixar de lado, hein? É preciso pôr em prática, e com frequência. Pois assim você se sentirá mais leve, recarregada e sempre pronta para os desafios da sua vida.

Afinal, saber que uma atividade muito prazerosa estará lhe esperando é muito motivador! Além de ser uma maneira incrível de restabelecer as energias que, muitas vezes, podem se esgotar ao longo do dia.

9- Aprenda a se olhar no espelho

Deixe-nos te perguntar: como você tem se olhado no espelho? E com que frequência?

Pare e pense sobre isso. Pois se você quer mesmo aprender a como aumentar a autoestima, precisa se atentar para a maneira como você se enxerga.

  Aprendendo a dizer não - Uma atitude importante

A partir disso, a nossa dica é: procure começar a reparar nos seus pontos fortes, e pare de se atentar apenas para os pontos fracos.

Mas como? Por exemplo, se você não gosta dos seus lábios, tente fazer com que ele seja pouco observado no espelho. Vamos supor que você gosta dos seus olhos e da sua sobrancelha… Foque nisso! Todas as vezes que for se olhar no espelho.

Assim, pouco a pouco você tira o foco do “ruim” e passa a se olhar de uma maneira mais saudável e equilibrada.

Pois lembre-se que todos nós temos defeitos e qualidades, sejam eles estéticos ou não. E por essa razão você precisa aprender a equilibrar tudo isso.

Sempre priorize os seus pontos fortes, e observe os seus pontos fracos como um mero detalhe. Não torne os seus “defeitos” o ponto principal a ser observado. Existe muita coisa além de uma espinha ou de uma linha de expressão. Foque nestas coisas além!

10- Mude a sua aparência de vez em quando

Nós seres humanos temos o terrível costume de nos acomodar na vida, em todos os âmbitos dela. Com relação à nossa aparência não seria diferente.

Logo, é muito importante que você mude o seu corte de cabelo, teste uma make nova ou aposte em um tipo de armação de óculos que destaque os seus olhos. Assim você foge daquela “mesmice” de sempre e não corre o risco de se “enjoar” do que vê no espelho.

Mas, repare: não estamos dizendo para você mudar suas características para elevar a sua autoestima. Mas sim, estamos dizendo que é importante você mudar os “ares” de vez em quando. Nem que seja dividindo o cabelo para o outro lado!

Esse ato de cuidar de si mesma é muito importante, pois nos sentimos mais amadas, motivadas e consequentemente mais bonitas.

11- Lembre-se que ninguém está focando totalmente em você

Outra forma de aprender a como aumentar a autoestima é: saiba que ninguém está focando totalmente em você. Exceto o seu admirador secreto, mas não estamos falando sobre isso.

Ou seja, sempre quando você sair de casa, lembre-se que você não é o centro das atenções. E isso pode até soar um pouco rude de nossa parte… Mas é a mais pura verdade!

Dificilmente as pessoas irão reparar em você da mesma forma como você repara. E tampouco elas te julgarão por pequenos detalhes que você julga. Na verdade, no dia a dia as pessoas não reparam tanto na aparência das outras… Mas sim, elas levam em consideração o humor, o papo, a desenvoltura, enfim!

Portanto, pare de acreditar que as pessoas estão esperando pela sua falha, porque elas não estão. Para sermos sinceros, as outras pessoas estão, na verdade, cuidando da vida delas. E muito possivelmente estão sofrendo as suas próprias batalhas internas, assim como você.

Assim sendo, comece a pensar nisso assim que se sentir vigiada e julgada. Acredite: este pequeno exercício mental pode desencadear resultados incríveis.

12- Tudo bem não estar sempre bem!

Por fim, lembre-se que nem sempre estaremos bem, e tampouco super apaixonadas por nós. Afinal, a vida muda todos os dias, e sempre existem aqueles acontecimentos que podem mexer com quem somos.

Tudo bem você não se sentir linda sempre, isso é super normal. Mas não deixe que este sentimento vire rotina.

Comece a enxergar as suas qualidades e procure focar sempre nelas. E quando a tristeza e a dúvida baterem, além de reler as nossas dicas de como aumentar a autoestima, lembre-se de dar um tempo.

Leia um livro, beba um chá, tire um cochilo. Não se force! Permita que o seu autoconhecimento e o seu desenvolvimento pessoal sejam constantes.

Assim certamente você se sentirá mais do que bem consigo mesma, e terá resultados extraordinários em sua vida. Pode acreditar! Depois conta pra gente, aqui nos comentários, como você tem se saído nesta empreitada de elevar a sua autoestima.

E nunca se esqueça: você é incrível. 

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui