Como ser mais resiliente? Como ter mais resiliência no dia a dia? Veja algumas dicas práticas no decorrer deste conteúdo e saiba mais sobre a arte de lidar com as mudanças da vida!

Para ler mais tarde: Como ser uma boa líder – 10 práticas que podem te ajudar

O que é resiliência e exemplos

como ser mais resiliente
Mulher sorrindo para a câmera. Foto: Freepik

De maneira geral, podemos dizer que resiliência nada mais é do que “conseguir voltar ao estado normal”. Mas como assim? Vamos supor que você está trabalhando em um emprego que, até certo ponto, você gosta.

Porém, devido a uma crise, a sua empresa precisa cortar alguns funcionários do time. E um desses funcionários, infelizmente, é você!

No momento em que você recebe a notícia da demissão, o choque pode ser bastante intenso. A mudança é repentina e as emoções começam a borbulhar.

Em contrapartida, ao ser uma pessoa resiliente você encontra oportunidades e formas de voltar ao “estado inicial”: aquele em que você está no seu trabalho, confortável, feliz, etc.

Veja também: Síndrome de Impostora nas mulheres: Por que acontece? Como lidar?

Para isso, você já sabe que precisa partir para o plano B, buscando gerenciar as suas emoções e indo atrás do que precisa ser feito para atravessar a mudança com a cabeça erguida e pronto para novos desafios.

Outros exemplos seriam:

  • Conseguir lidar com as adversidades de uma maneira mais emocionalmente equilibrada.
  • Entender os fatores positivos por trás das grandes mudanças.
  • Ter planos B,C e D para lidar com as adversidades da vida. Entre outros.

Como ser mais resiliente?

como ser mais resiliente
Mulher ouvindo música e refletindo. Foto: Freepik

Você já entendeu o significado de ser resiliente, mas, como desenvolver a resiliência da forma correta? Como ser mais resiliente e assim conquistar uma vida mais equilibrada e sadia?

Bom, como a resiliência é algo bastante subjetivo, não podemos, simplesmente, apontar um passo a passo “infalível” para isso, concorda? Porém, algumas ações, pensamentos e comportamentos podem sim lhe ajudar a ser mais resiliente.

Abaixo listamos algumas dessas ações. Comece a sua autoanálise e bom desenvolvimento:

1. Como ser mais resiliente: Seja mais flexível no seu dia a dia

Uma coisa é certa: pessoas que são extremamente metódicas e nunca conseguem ser flexíveis podem ter muita dificuldade para lidar com qualquer mudança de padrão.

Então, se você realmente quer saber como ser mais resiliente, comece por essa premissa: abrir-se para a flexibilidade.

Lógico que você pode ter os seus sonhos, suas metas diárias e seus objetivos no trabalho e na vida de uma forma geral. O que queremos dizer, quando falamos em flexibilidade, é que você deve abrir a sua mente para novos caminhos e estratégias quando eles aparecerem.

Veja mais: Como evitar a procrastinação no ano novo? 7 dicas

Se o seu colega de trabalho lhe apresentar uma nova ferramenta para executar uma tarefa que você já faz, experimente. Se você precisar alterar o seu horário de leitura, ao menos um dia da semana, experimente.

Esses são exemplos simples, mas quanto mais você exercitar a sua flexibilidade em diferentes âmbitos da sua vida, mais fácil será lidar com as mudanças que possam vir a acontecer de maneira inesperada.

2. Fuja da sua zona de conforto

como ser mais resiliente
Mulher linda e confiante. Foto: Freepik

A zona de conforto pode ser muito perigosa para qualquer pessoa. Quando nos damos conta, estamos “estacionados” em algo que nunca mais sai do lugar. Seguimos na mesmice, dia após dia, sem vivenciar novos desafios que possam ser interessantes.

A princípio, essa zona parece fazer apenas com que fiquemos parados. Só que não é bem assim.

A zona de conforto esconde o perigo da desestabilização emocional, financeira e até física, que pode surgir quando algo “sai dos eixos”.

Se fôssemos dar um exemplo, poderíamos retornar ao que demos no primeiro tópico: uma pessoa na zona de conforto pode colapsar emocionalmente se perder o emprego de forma inesperada. E se ela não aprendeu a como ser mais resiliente, poderá ter grandes dificuldades para restabelecer a vida.

Sendo assim, buscar sair da zona de conforto é, antes de qualquer coisa, uma medida “protetiva” na qual você está sempre aprendendo, crescendo, mudando, desenvolvendo-se e lidando com o novo.

Logo, ao se deparar com o inesperado, você estará mais preparado do que imagina.

3. Procure por perspectivas mais positivas

Uma das formas de como ser mais resiliente que também traz bons resultados é a mudança de perspectiva.

A gente sabe que nem sempre é fácil enxergar o positivo de todas as situações. Mas, ao mesmo tempo, não é impossível.

Devemos nos esforçar para tentar encontrar fatores positivos e construtivos em tudo o que acontece em nossas vidas. Sempre é possível absorver alguma aprendizagem, mesmo quando a situação machuca e desestabiliza o nosso coração.

Portanto, se você quer aderir à resiliência, foque em olhar para as situações com outros olhos. Escute o que há de positivo e tente enxergar aprendizagens e desenvolvimentos.

4. Como ser mais resiliente: Libere as suas tensões

como ser mais resiliente
Mulher em um campo com os braços abertos. Foto: Freepik

No momento em que algo parecer difícil, tente liberar as suas tensões diante disso. Você pode escrever, dançar, pintar, conversar na psicoterapia, etc.

Quanto mais você conseguir “pôr para fora” a carga que está dentro de você, mais leve irá se sentir. E fazendo essa liberação de tensão, torna-se mais simples entender a situação real e, a partir disso, buscar o suporte necessário para lidar com tudo o que está acontecendo.

Leia também: Rotina de Sono: Como estabelecer um ritmo de sono?

Encontre a sua maneira de “gastar” a dor com palavras ou arte e veja que isso é uma das melhores formas de como ser mais resiliente. Inclusive, chorar também pode ser um bom escape, sabia? 😉

5. Como ser mais resiliente: Pratique o autoconhecimento e acredite em você

Desenvolva o seu autoconhecimento. Isso é muito importante para aprender a como ser mais resiliente.

Quando nos conhecemos, aprendemos melhor sobre quem somos, o que suportamos, o que é “pesado”, e etc. Além disso, entendemos os nossos limites, pontos fortes e pontos fracos. E conhecer cada atributo pessoal é o caminho para desenvolver a autoconfiança e a autoestima.

Dessa maneira, você passa a acreditar mais em você. E essa atitude de acreditar em si pode lhe dar mais coragem para encarar os desafios e buscar crescimento diante das mais diversas situações.

6. Como ser mais resiliente: Tenha planos B, C e D

Ao longo deste artigo de como ser mais resiliente, já mencionamos diversas vezes a importância de se preparar para as mudanças da vida. Isso implica a criação de plano B, C, D, e por aí vai.

Portanto, antes de se fechar rumo a um objetivo específico, considere a possibilidade de traçar planos diferentes e que estejam dentro de cenários distintos, caso algo aconteça no meio do caminho.

7. Cuide das suas emoções com mais carinho

como ser mais resiliente
Mulher forte e autoconfiante. Foto: Freepik

As suas emoções são peça-chave para você aprender a como ser mais resiliente. Ninguém consegue desenvolver a resiliência se não houver uma atenção especial ao que é sentido.

Por isso, comece a ouvir mais o que se passa na sua mente e no seu “coração”. Descubra os gatilhos emocionais que disparam determinadas sensações em você, e entenda como cada emoção percorre o seu corpo.

Procure aprender com o que você sente, analise as intensidades, fale sobre as emoções e escute-as. Tudo isso é fundamental para que você não acumule sentimentos e emoções para, mais tarde, “explodir” com o excesso.

8. Como ser mais resiliente: Procure aprender com as situações

Busque absorver a aprendizagem por trás de cada situação vivida. No começo, pode ser difícil enxergar algum ensinamento de qualidade. Mas, à medida que vivemos o nosso “luto”, passamos a compreender melhor a situação e isso nos ajuda a absorver novos conhecimentos.

São esses conhecimentos e essa forma de enxergar os problemas que nos ajudam a como ser mais resiliente. Portanto, respire fundo e analise, friamente, o que se passa nas situações difíceis e nos desafios – e descubra tudo o que você pode aprender com isso.

Veja mais: Rotina da manhã: Como montar uma boa rotina da manhã?

9. Como ser mais resiliente: Construa relacionamentos saudáveis e positivos

Os nossos relacionamentos também podem nos ajudar a ser mais resiliente. Isso porque quem está ao nosso lado pode nos ajudar a entender melhor as situações difíceis, além de que temos aquele suporte a mais para suportar os dias mais “pesados”.

Em contrapartida, relacionamentos muito superficiais e tóxicos podem minar o nosso bem-estar e fazer com que as complicações da vida se transformem em um buraco muito mais fundo.

Por isso, observe quem está com você e desenvolva um relacionamento saudável com as pessoas que você ama. E cuidado com a dependência emocional, ok? 😉

Quais as características de uma pessoa resiliente?

como ser mais resiliente
Mulher linda e confiante. Foto: Freepik

Se fôssemos reunir as características de uma pessoa resiliente, poderíamos fazer a seguinte lista:

  • São pessoas calmas, mesmo diante do “caos”.
  • Possuem inteligência emocional.
  • São flexíveis.
  • Enxergam oportunidades nas mudanças.
  • Sabem se posicionar e falar “não”.
  • Constroem relações de confiança.
  • Possuem autocontrole.
  • Têm um bom autoconhecimento.
  • Demonstram autoconfiança.

Em quais momentos que devemos ser resilientes?

Na realidade, aprender a como ser mais resiliente é algo que deve ser considerado em qualquer momento de nossas vidas. Isso porque a resiliência deve estar ao nosso lado em diversos contextos diferentes. Assim podemos nos preparar melhor para as mais diversas situações.

Por que devemos ser resiliente?

como ser mais resiliente
Mulher feliz em campo florido. Foto: Freepik

Nós devemos ser resilientes para, assim, construirmos uma saúde mental muito mais equilibrada e harmoniosa.

Quando aprendemos a lidar com as mudanças da vida e conseguimos enxergar novas oportunidades nos desafios, nos sentimos menos amedrontados com o “novo” e conseguimos seguir adiante com mais força e foco.

E você? Se considera uma pessoa resiliente? Comente aqui embaixo! 🙂

Veja também estes conteúdos:

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui