Viajando sozinha – dicas para as mulheres que querem conhecer o mundo

Para Tókio ou para uma cidadezinha próxima, durante meses ou por um final de semana, poucas coisas na vida são tão emocionantes quanto realizar uma viagem. O planejamento, a arrumação das malas, embarque e todas as aventuras que o desconhecido reserva são experiências que rendem memórias e histórias para uma vida inteira.

Os motivos para tirar as roupas do armário e colocar nas malas podem ter infinitas variações: descanso, lazer, estudos, busca pelo auto-conhecimento, trabalho, ou até a tentativa de superar alguma fase difícil da vida. E para cada uma dessas opções, existe uma tendência que cresce a cada temporada: viajar sozinha.

De acordo com a Associação Brasileira de Albergues da Juventude, só no Brasil, mais de 80% das mulheres que se hospedam nos estabelecimentos da rede estão viajando sozinhas.

viajando sozinha dicasÀ primeira impressão, realizar uma viagem sem companhia pode parecer uma  ideia estranha, mas a liberdade e a intensidade dessas experiências são muito enriquecedoras. Imagine fazer seus próprios horários e roteiros, e não depender de ninguém para que seus programas ocorram perfeitamente como o planejado.

Bárbara Sá já passou por isso. Ela é uma artista plástica de 29 anos e há quatro viaja sozinha. Esteve em lugares como Islândia e Cabo Verde, e contou um pouco sobre esse costume:

“Sou formada em belas artes, meu namorado, em gastronomia. Quando fomos à Barcelona juntos tivemos conflitos de roteiro; eu queria visitar o máximo de museus que fosse possível, e ele, naturalmente, os restaurantes. Tínhamos só quatro dias, e para fazermos as coisas juntos, deixamos de conhecer alguns lugares. Depois dessa viagem decidimos investir em roteiros individuais. Não paramos de viajar juntos, mas de vez em quando nos aventuramos sozinhos. As experiências são ótimas, até porque, ele não tem paciência para passar dias inteiros em museus, e eu confesso que também não tenho o paladar tão apurado para todas as degustações que ele decide fazer. Mas uma das melhores coisas é o reencontro para matar a saudade. É muito saudável termos um tempo só nosso, investirmos em momentos de intimidade com o nosso interior”.

  Aprenda a valorizar o seu Tipo Físico

Tais experiências podem ser mesmo inesquecíveis, mas é importante lembrar de alguns detalhes antes de realizar a empreitada. Por um lado, viajar sem companhia pode ser algo muito mais profundo; onde será possível mergulhar em cada detalhe, sabor, costume, mas por outro lado, não haverá ninguém com quem dividir as novidades.

viajando sozinhaE o mais importante, independente do destino ou duração da estadia: a segurança. Mulheres sozinhas em locais como aeroportos, rodoviárias, estações de trem e pontos de táxi, ainda constituem potenciais alvos para pessoas mal intencionadas.

Muitas mochileiras e agências de turismo têm conselhos para as mulheres que querem fazer as malas e desbravar o mundo.
Confira e comece a montar seu roteiro:

-Faça um roteiro detalhado com os locais que deseja visitar, endereços, preços e horários. Consulte pela internet os caminhos que vai percorrer para chegar a cada um deles.

-Mudanças de fuso horário e temperaturas podem causar resfriados, dores de cabeça, cansaço excessivo e alterações no ciclo menstrual, portanto, leve sua caixinha de remédios com anti-gripais, vitaminas, absorventes, remédios para cólica e analgésicos.

Malas-Malas com o mínimo de peso possível. Entre embarques e desembarques, você terá que carregar sua bagagem sozinha, evite malas muito pesadas para não passar por momentos difíceis.

-Na hora de comprar passagens, evite escalas com intervalos muito longos e viagens noturnas. Assim você não passa muito tempo em salas de espera e não anda por locais desconhecidos à noite.

-Em qualquer restaurante, bar, pub ou boate, nunca deixe seu copo fora do seu campo de visão. Assim evita-se o risco de ingerir substâncias nele colocadas sem seu consentimento.

-Não exagere na bebida, já que não haverá ninguém de confiança por perto para te levar de volta para o hotel.

  7 hábitos para manhãs mais produtivas

-Não consulte mapas no meio da rua. A figura de turista deve ser evitada ao máximo, esses são os maiores alvos para assaltos e golpes. Entre em um café ou restaurante para consultar os papéis.

deixe sempre-Deixe sempre algum amigo ou parente avisado sobre a viagem. O ideal é fazer um roteiro e enviar para uma pessoa de confiança, com dados como: nome e endereço do local onde vai se hospedar, número do quarto, números, datas e horários das passagens de ida e volta.

-Leve sempre com você um livro, revista ou MP3 player. São excelentes distrações em momentos que podem ser mais solitários, além de ajudarem a evitar pessoas inconvenientes que tentem se aproximar.

-Nunca saia com todo o dinheiro. Deixe um quantia guardada no local onde está hospedada, é a sua reserva se acontecer alguma perda ou roubo enquanto estiver passeando.

-Quando sair a pé, pergunte a algum nativo se o caminho por onde vai passar é seguro. Depois das 21h00, mesmo em locais seguros, prefira os táxis.

Agora é só escolher um destino e bon voyage!

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui