Sangramento de escape: O que é? Por que acontece?

sangramento de escape é um sintoma feminino muito comum, e que pode estar atrelado à diversas questões, inclusive hormonais. Embora seja corriqueiro, muitas mulheres acabam ficando preocupadas com o mesmo, e recorrem ao auxílio médico para sanar possíveis dúvidas.

É claro que tudo que sai dos “conformes” deve ser encarado como um alerta do nosso organismo. Entretanto, precisamos de calma e paciência para compreender o que o nosso corpo está tentando nos dizer. A seguir, portanto, falaremos sobre isso com você. Acompanhe.

sangramento de escape
Mulher segurando flor próximo à virilha. Foto: Freepik

O que é o sangramento de escape?

Em linhas gerais, o sangramento de escape nada mais é do que um sangramento mínimo, com uma cor diferenciada da menstruação, que pode surgir no decorrer do ciclo menstrual. É importante salientar que ele tende a ser menor que o sangramento menstrual, apresentando um aspecto de sangue vivo.

Independente de você utilizar a cartela de anticoncepcional, ou não, o escape pode aparecer no meio do caminho. Trata-se de uma quantidade muito reduzida, pois, se for intenso, é preciso ficar ainda mais atenta ao sinal.

Leia mais: Teste de gravidez positivo: O que fazer?

Diversos fatores podem desencadear este “escape” que, podemos compreender como um escape de fato, como se houvesse uma parte da menstruação que “escapasse” antes do ciclo em si. Continue lendo para entender.

Por que acontece?

Muitos pontos podem estar atrelados ao sangramento de escape. Entretanto, trata-se de um quadro comum, especialmente no caso de mulheres que utilizam a pílula. Vale salientarmos que mulheres grávidas, ao notarem o escape, precisam dar mais atenção ao sinal. Sendo adequado que procurem o médico para possíveis exames.

De todo modo, as principais causas da aparição do “problema” é:

  • Pílula com índice hormonal menor do que a que a mulher necessita: Por exemplo, você está consumindo o anticoncepcional X, porém, a carga hormonal dele não supre as necessidades do seu organismo. Logo, há um escape no meio do caminho. Tendo isso como respaldo para que você procure o seu médico e o mesmo lhe prescreva um anticoncepcional mais adequado.
  • Quando o organismo se acostuma com a pílula: Quando o organismo está acostumado a ingerir, durante muitos meses, a mesma pílula, o escape também pode aparecer.
  • Após ingerir a pílula do dia seguinte: Se você teve um sagramento pouco tempo depois de ingerir a pílula do dia seguinte, isso significa que você conseguiu usufruir do objetivo da mesma. Isto é, impediu que houvesse a chance de iniciar uma gravidez. Porém, isso não quer dizer que para surtir efeito a pílula do dia seguinte precisa, necessariamente, desencadear o sangramento de escape, ok?
  Perca peso Comendo Lichia
Calendário menstrual sobre a mesa. Foto: Freepik

Vale salientarmos que se o escape for recorrente, o ideal é que você converse com o seu médico. Além disso, é imprescindível que você compreenda que mesmo com o escape o seu ciclo menstrual segue normalmente, ou seja, as suas chances de engravidar permanecem as mesmas.

Apesar de ser bastante comum, o escape pode demonstrar um desequilíbrio hormonal. Portanto, nós sempre sugerimos que você converse com um profissional caso o problema persista, ok? Assim você garante o seu bem estar e a sua saúde.

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui