Início Saúde e Nutrição Prevenção e Tratamento Soluções para “Os calores da Menopausa”

Soluções para “Os calores da Menopausa”

Situação chata é esse que acontece com a mulher: ela sente um calor inexplicável e depois de um tempo começa a perceber que aquilo não é apenas o clima. Opa…a menopausa está chegando. Ela acomete mulheres que se encontram na faixa de idade entre 45 e 55 anos, mas também pode acontecer quando se tem apenas 40 anos. Neste caso, é chamada de menopausa precoce. É nesse momento que os últimos óvulos que ainda existiam no útero da mulher acabam e os órgãos reprodutores começam a entrar em falência.

Principais Sinais e Sintomas

Os hormônios femininos como a progesterona e o estrogênio reduzem as suas concentrações e somando-se a isso é possível encontrar outros sinais como menstruação irregular e até mesmo hemorragias. Entre os sintomas, é possível identificar a perda da libido como consequência de menor lubrificação vaginal, alterações no humor como a ansiedade e a depressão, problemas para dormir e o calor característico, também chamado por alguns de fogachos. A confirmação do diagnóstico só é feita depois de 12 meses seguidos que a mulher passou sem menstruar. Mas como lidar com esse calor incontrolável que acomete as mulheres e se torna tão incômodo? Existem algumas dicas que podem ajudar.

Recomendamos que você leia também os artigos Saiba tudo sobre a Menopausa e como driblar os sintomas da menopausa.

Como Sanar este Problema

O principal responsável por esses fogachos é a redução do hormônio progesterona, que ajuda a controlar o centro térmico do organismo localizado no hipotálamo. Algumas sortudas podem passar por todo o período da menopausa sem sentir absolutamente nada, mas isso não é apenas por causa da sorte. O que se vê nos consultórios médicos é que mulheres que tem uma vida mais saudável como uma alimentação adequada e prática frequente de exercícios físicos não acumulam tantos sintomas vindos da menopausa como aquelas que possuem uma vida sedentária e alimentação desregrada. Então, se você não quer sofrer com esse pequeno incômodo no futuro, melhor começar a cuidar da sua saúde por agora.

  Conheça os Benefícios da Semente de Chia

A TRH (terapia de reposição hormonal) é a mais utilizada pelos médicos para fazer com que todos esses sinais e sintomas partam de uma vez por todas. Os ginecologistas indicam, não raras vezes, a terapia para mulheres que começam a sentir os primeiros sintomas. Mas como nem tudo que reluz é outro, a TRH pode trazer alguns prejuízos como o câncer de mama, já visto em pesquisas que a cada 10 mil mulheres, 8 contraíram a patologia. Segundo os especialistas, as chances são pequenas e o custo-benefício vale a pena. A patologia ocorre, geralmente em mulheres que já possuíam certa predisposição para o câncer, que pode ser genético ou hereditário. O ideal é começar com pequenas doses hormonais e ir aumentando a medida que o corpo necessitar.

Além disso, não é qualquer mulher que está liberada para passar por uma terapia de reposição. Existem 4 contraindicações específicas:

  • histórico de câncer de mama ou de endométrio;
  • doença hepática severa;
  • doença cardíaca;
  • sangramento vaginal fora do comum sem um diagnóstico definitivo;

O que os médicos afirmam é que quanto mais cedo for iniciada a terapia, menores são as chances da paciente ser acometida por alguma patologia. Os sintomas da menopausa podem durar até 5 anos depois da interrupção do ciclo menstrual e muitas mulheres acabam iniciam a terapia nessa época, o que acaba sendo um risco para a saúde. Mas, qualquer tipo de tratamento médico envolve uma gama de fatores como idade, estilo de vida, uso de drogas, álcool e tabaco entre outros.

Prevenção da Menopausa

Achou mesmo que não tinha como prevenir os sinais da menopausa? Alguns especialistas apostam nesse método e costumam usar ervas medicinais e suplementos alimentares específicos para sanar possíveis sintomas que aparecem. Existem outras várias possibilidades que podem ser utilizadas antes de partir para a reposição hormonal: uso de vitaminas e ácidos graxos para ajudar na absorção de nutrientes pelo organismo e ajudam na produção de hormônios, acupuntura, fito-hormônios (isoflavona de soja) ou tratamento homeopático. Quer acrescentar mais uma boa escolha à lista? Depois dos 40, é interessante visitar o ginecologista, pelo menos 2 vezes ao ano para monitorar qualquer tipo de mudança que possa ocorrer como modificações nas taxas de hormônios, redução na densidade óssea e surgimento de doenças metabólicas como o diabetes.

  Academia só para mulheres - É a melhor opção?

Comece a mudar os seus hábitos a partir desse momento para não sentir as consequências no futuro. Além do metabolismo começar a cair depois dos 30 anos de idade, no climatério ocorre uma redução da produção de estrogênio que por sua vez acaba também reduzindo a quantidade de testosterona no corpo. Isso faz com que você sinta mais fome e aí as roupas podem começar a não subir mais na silhueta. Mude a sua alimentação e passe a comer de maneira mais saudável, pratique pelo menos 45 minutos de caminhada todos os dias, assim você libera endorfinas e ainda se livra do estresse que é uma das causas dos fogachos.

Separei mais esses conteúdos para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui