Muitas são as dúvidas na hora de saber como tirar o CPF e RG do bebê. Questionamento como aonde ir, quais documentos levar e quais procedimentos necessários são algumas das dúvidas mais comuns e por isso separamos aqui o passo a passo para te ajudar nessa missão!

Primeiro de tudo, é importante que você saiba que CPF e RG do bebê não são documentos obrigatórios, e geralmente são exigidos para algum fim específico, como viagens internacionais por exemplo. A certidão de nascimento é o documento válido para a identificação dos pequenos, mas por ser um documento mais difícil de ser guardado, a opção de emitir esses documentos vem sendo cada dia mais frequente.

Algumas maternidades já oferecem o serviço de emissão do CPF e RG do bebê, além da certidão de nascimento, para facilitar a vida dos recém-papais, evitando que tenham posteriormente que dedicar um tempo exclusivo para isso. Além de já deixar o seu pequeno munido de documento oficiais, você ainda conta com a praticidade de carregar apenas a carteira de identidade, que é mais compacta, ao invés de ter que levar pra cima e pra baixo a certidão de nascimento, que além de maior, corre o risco de ser danificada.

Qual a importância do CPF e RG do bebê?

O ponto mais relevante é sem dúvida a segurança. O RG infantil conta com foto e impressão digital além das informações de filiação, data de nascimento e número do CPF, o que facilita a identificação do bebê em qualquer ocasião.

Em segundo lugar, vem a praticidade. Sem dúvida levar o RG na carteira é muito mais cômodo do que a certidão de nascimento, que inspira cuidados quanto a conservação. Tirar a segunda via da certidão de nascimento é sem dúvida mais trabalhoso do que o RG, logo, esse é um mais um ponto a considerar.

mulher pesquisando como tirar CPF e Rg do bebê
Mulher pesquisando informações no computador com bebê ao lado. Foto: Freepik

12 dicas de como tirar o CPF e RG do bebê

Vamos listar abaixo algumas dicas essenciais para facilitar a tarefa de emitir o CPF e RG do bebê. Você vai saber desde onde ir ao que levar sem precisar quebrar a cabeça e se preocupar mais do que o necessário.

Aonde emitir o RG do bebê?

Cada estado possui um órgão próprio, geralmente Secretaria de Segurança Pública, Secretaria de Justiça e Cidadania, Secretaria de Justiça e Trabalho e assim por diante. A solicitação também pode ser feita em postos de atendimento como o Poupa Tempo, variando de estado para estado

Qual o valor da emissão do RG?

A emissão da primeira via do RG é gratuita. Em caso de emissão de segunda via, será necessário o pagamento de valores que variam de acordo com cada estado. Dependendo do local, cada unidade emite 2ª via gratuitamente para pessoas vítimas de furto/roubo do documento, desde que apresentado o boletim de ocorrência policial.

Quais os documentos necessários para emissão do RG?

Para emissão da primeira via do RG do bebê será necessário levar:

  •  Certidão de Nascimento do bebê
  •  Foto 3×4 (apenas alguns estados exigem foto impressa, outros utilizam foto digital, que é feita gratuitamente no momento da emissão)
  •  Em alguns estados, é exigida a presença de um dos pais, munido de seu RG.

Qual o prazo para a emissão do RG?

O RG não fica pronto na hora. Geralmente o prazo de entrega varia entre 5 a 10 dias úteis a partir da data de requerimento.

Aonde emitir o CPF do bebê?

Em alguns estados, ao ser emitida a certidão de nascimento do bebê o número do CPF já é automaticamente gerado e registrado no próprio documento. Se esse não for o caso, se dirija a uma agência do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou Correios.

Qual o valor da emissão do CPF?

O valor da emissão do CPF varia de acordo com o estado, porém gira em torno de R$ 7,00.

Quais os documentos necessários para emissão do CPF?

Para emissão do CPF do bebê será necessário apresentar:

  • Certidão de nascimento que comprove a naturalidade, a filiação e a data de nascimento do do bebê
  • Documento de identidade e filiação do responsável do bebê

Qual o prazo para a emissão do CPF?

O número do CPF é gerado imediatamente. Atualmente já não há mais a emissão de cartões de CPF, por isso será entregue apenas um comprovante com o número do CPF.

Qual documento emitir primeiro?

Dê preferência a emissão do CPF para que no ato da solicitação do RG do bebê já seja incluída esta informação.

Quando tirar o CPF e RG do bebê?

Isso vai depender da sua necessidade e vontade. A certidão de nascimento, como falamos anteriormente, será um documento válido por algum tempo para a identificação do seu bebê. Mas se você está planejando uma viagem ao exterior, por exemplo, é bom já começar a organizar a emissão do CPF e RG do bebê para poder emitir o passaporte do pequeno. Caso contrário, o documento de identidade só se torna obrigatório a partir dos 12 anos.

É necessário agendamento para emissão do CPF e RG do bebê?

Para o CPF não. Basta você se dirigir a um dos locais informados anteriormente munido dos documentos do bebê que o procedimento será imediato. Para o RG geralmente é necessário o agendamento, que pode ser feito por telefone ou internet. Antes de se dirigir ao local, busque informações a respeito para não perder tempo.

É necessário levar a foto 3×4 do bebê para emissão do RG?

Hoje em dia, grande parte dos postos de atendimento contam com câmeras eletrônicas que fazem a foto na hora. Mas tratando-se de bebês, que podem estar com sono ou indispostos, é bom se precaver levando uma foto 3×4 no caso de ele não querer colaborar no momento do registro.

bebê brincando com a Mãe
Mãe brincando de esconder o bebê com papel. foto: Freepik

Afinal, qual o benefício de emitir CPF e RG do bebê?

Além de ser mais prático de levar na bolsa o RG se conserva melhor e por mais tempo do que a certidão de nascimento. Além disso, você poderá contar com todos os dados da certidão de nascimento e do CPF em um só documento.

Além de todos os benefícios apontados com relação a emissão do CPF e RG do bebê, você tem mais um ponto a seu favor na emissão do RG, que é a identificação por impressão digital e foto. Em qualquer emergência, você conta com mais esses artifícios para a identificação do bebê.

Agora que você já sabe tudo que precisa para emitir o CPF e RG do bebê, basta separar a documentação e seguir os procedimentos para obtê-los. Não esqueça de levar também o documento do responsável que irá fazer esse registro para que o processo possa ser concluído.

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui