NadaFrágil.com.br

Cloro: como cuidar da pele antes e depois da piscina


Fabíola Cunha

Conforme as temperaturas sobem, as pessoas começam a procurar mais as piscinas do clube, do condomínio e das academias. Excelente como exercício físico, a natação também ganha popularidade quando os termômetros marcam índices altos o dia todo.

cloro

Só há um problema: o cloro. Sem cuidados, a pele de quem se expõe a esse produto de limpeza pode ficar vermelha, coçar e até descamar. O cabelo também é afetado – fica seco e quebradiço.

Algumas dicas podem ser seguidas para evitar que os efeitos negativos do cloro ofusquem os efeitos positivos da natação.

Protegendo os fios

cloro

O cloro é usado como desinfetante para matar bactérias nocivas na água, como a E. coli. Porém, ele retirar a oleosidade natural do cabelo. Produtos voltados para a proteção dos fios, como serum à base de silicone, óleo de coco, argan, entre outros, podem ser usados para proteger os cabelos antes de entrar na piscina.

Mas tenha bom senso: passe um pouco dos produtos nos fios e use uma touca de silicone justa para que eles não se espalhem pela água, prejudicando a qualidade da mesma. Em piscinas de uso coletivo esse bom senso é muito bem vindo.

Confira também nosso artigo sobre problemas com manchas vermelhas na pele.

Use água contra o cloro

cloro

Muitas pessoas chegam na academia ou clube e já entram direto nas piscinas. Use as duchas do vestiário para molhar a pele e os cabelos. A água do chuveiro, supostamente com muito menos cloro e produtos, vai criar uma camada protetora sobre o corpo, retardando um pouco a ação do cloro. Vale a pena mencionar de novo: use uma touca de silicone adequada para a prática, que não vai evitar o cabelo de se molhar, mas vai minimizar o contato com a água clorada.

Produtos específicos

cloro

É preciso mais que água e sabão comum para retirar todo o cloro da pele e do cabelo. Shampoos, sabonetes e outros produtos de higiene para o banho, feitos especialmente para quem usa a piscina com frequência, são encontrados com facilidade no mercado, atualmente.

Da cozinha para o cabelo

cloro

Vinagre de maçã é uma ótima pedida para desintoxicar o cabelo do cloro e outros produtos químicos, incluindo também o sal da água do mar e de piscinas que usam essa substância na limpeza da água. Misture uma prte de vinagre para cada quatro partes de água e jogue sobre o cabelo recém-lavado. Então enxágue novamente.

Reparando danos

cloro

Pele seca, com aparência de “giz”. Às vezes até coceira e irritação avermelhada. Esses são os efeitos do cloro sobre uma pele que não é cuidada após a banho de piscina. Como se lambuzar de creme hidratante antes de entrar na piscina vai fazer com que você seja repreendida na academia ou clube, o jeito é minimizar os danos depois. Vá direto para o chuveiro, tira o maiô ou biquíni e use bastante água e sabão para começar. Considere adquirir óleos ou cremes que devem ser usados durante o banho. Se não for seu caso, se seque gentilmente com a toalha e tenha cremes hidratantes adequados para seu tipo de pele. Seja especialmente generosa nas regiões que mais ressecam, como joelhos, cotovelos, pés e canelas.

Atenção ao figurino

cloro

Existem roupas de banho para recreação e para a natação. Os maiôs para natação devem ser escolhidos de forma a serem resistentes ao cloro, o que inclui não apenas o tecido, mas os elásticos das alças e vão das pernas. Escolha cores escuras, pois elas mancham menos com o cloro – um maiô branco vai ficar amarelado rapidamente com o cloro.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *