NadaFrágil.com.br

Lentes de Contato – Quais os tipos e como usá-las


Li Arruda

Lentes de contatoQuem não quer mais ver o mundo através de um par de óculos ou simplesmente pretende deixar os olhos bem livres e visíveis para ir a uma festa legal pode optar pelo uso das lentes de contato.

Seja para mudar a cor dos olhos ou corrigir problemas visuais, elas são uma boa opção estética, com custo acessível e praticidade de uso. Mas antes de sair por aí testando as lentes das amigas, abandonando os óculos de grau e abusando do uso de lentes de contato, saiba que alguns cuidados são fundamentais antes, durante e após o uso delas.

Consulte um Oftalmologista

Em primeiro lugar, se você achou que podia comprar um par de lentes e começar a usá-lo por conta própria se enganou. Nem todas as pessoas podem usar lentes de contato, além disso, a lente precisa ser adaptada ao formato do olho. Para saber se os seus olhos irão aceitá-las ou rejeitá-las é preciso fazer um teste, e este deve ser realizado numa clínica oftalmológica por um profissional capacitado e com a aprovação inicial e final de um médico oftalmologista.

Mesmo se você não tiver problemas visuais a serem corrigidos, o uso de lentes coloridas também implica na necessidade de ir ao médico antes.

Para quem já usa óculos de grau, é natural que perceba diferença entre a visão com os óculos e com as lentes, mesmo que eles tenham o mesmo grau. Isso acontece porque as lentes dos óculos ficam a uma determinada distância dos olhos, já as lentes de contato, como o próprio nome sugere, ficam em contato direto com eles. Assim como ocorre com a mudança de grau / óculos, a pessoa também passa por um período de adaptação às lentes de contato.

Tipos de lentes de contato

Lentes de contatoHá dois tipos de lentes de contato: as rígidas e as gelatinosas. A escolha entre os tipos está diretamente relacionada ao problema visual (se for o caso), à melhor opção para os seus olhos e ao tempo de uso delas. Atualmente o uso de lentes gelatinosas é bem mais comum do que o uso das rígidas. Isso porque as gelatinosas costumam ser mais confortáveis, além de se aplicarem a quase todos os problemas visuais. Mas nem por isso a rígidas foram descartadas. Em alguns casos as lentes rígidas são mais apropriadas do que as gelatinosas.

Rígidas – As lentes rígidas são usadas para casos em que o grau do paciente seja muito elevado ou quando ele possui alguma doença ocular específica. Antigamente elas eram muito mais incômodas, mas hoje em dia são feitas de materiais mais confortáveis, embora não tanto quanto as gelatinosas.

As lentes rígidas podem ser:

  • Acrílicas – São bastante resistentes, por isso possuem uma durabilidade maior. Elas são fáceis de limpar e manter, porém não permitem a passagem de oxigênio para os olhos, por isso não podem ser usadas por mais de dez horas.
  • Gás Permeável – De melhor adaptação, essas lentes são quase tão confortáveis quanto as lentes gelatinosas, pois a sua composição permite maior oxigenação dos olhos, causando maior comodidade a quem usa.

Gelatinosas – As lentes gelatinosas são confortáveis porque possuem muita água em sua composição. Ao contrário das rígidas, elas são maleáveis e se amoldam ao formato do olho. Além disso, elas são bastante finas e permitem a passagem de oxigênio para os olhos.

As lentes gelatinosas podem ser:

Lentes gelatinosas

  • Anuais – Também conhecida como lentes permanentes, as lentes de uso anual não devem ultrapassar esse limite de tempo. Elas são mais baratas do que as lentes descartáveis.
  • Descartáveis – Existem as de uso diário, quinzenal ou mensal. Em geral, elas são ainda mais confortáveis do que as lentes anuais, pois possuem maior quantidade de água em sua composição.
  • Tóricas – As lentes tóricas são indicadas para pacientes que apresentam acima de 2 graus de astigmatismo. É possível escolher entre a tórica anual ou tórica descartável.

Como usar e limpar as lentes de contato

A limpeza das lentes é fundamental para evitar infecções e alergias. Ela deve ser feita diariamente ou sempre que removê-las dos olhos. Seja qual for o tipo de lente, é necessário ter uma solução de limpeza (cada tipo possui um produto específico) e um estojo para guardar o par de lentes. A maioria dos kits é vendida contendo além dos itens citados acima, um protetor de pia, que impede que a lente desça pelo ralo durante o manuseio.

Se for usar maquiagem, coloque primeiro as lentes e depois use-a. Do mesmo modo, retire as lentes antes de remover a maquiagem. Lembre-se de realizar o processo de limpeza após o uso.

Lentes Rígidas

Antes de manusear as lentes lave bem as mãos com água e sabão. Cuidado para não deixar resquícios de sabão, e se puder, evite usar sabonetes hidratantes neste momento.

  • Limpeza:

Limpeza de lentes de contato

Pegue a lente direita e coloque na palma da mão com o lado côncavo virado para cima (a borda para cima). Pingue três ou cinco gotas da solução de limpeza para lentes rígidas sobre a lente e, com o dedo indicador da outra mão, faça movimentos circulares na lente, friccionando levemente para remover toda a sujeira e proteínas da lágrima que ficam armazenadas. Mantenha os movimentos de fricção por aproximadamente 30 segundos e depois enxágue as lentes aplicando novamente a solução sobre elas. Geralmente as soluções são multiuso, ou seja, servem para limpar, desinfetar, enxaguar e conservar.

Encha os dois recipientes do estojo de lente com a solução para lentes rígidas e guarde a lente limpa dentro do recipiente direito.

Repita o mesmo processo com a lente do olho esquerdo e guarde-a no recipiente esquerdo do estojo.

Esse processo deve ser feito imediatamente após a remoção das lentes dos olhos, e elas devem ser mantidas submersas na solução enquanto não estiverem em uso. Isso faz parte do processo de limpeza e manutenção delas. A solução armazenada no estojo deve ser descartada diariamente.Também é fundamental lavar o estojo com água e sabão neutro uma vez por semana.

  • Como usar:

Como colocar lentes

Para colocar – Umedeça os dedos com a solução sempre que for manusear as lentes. Pegue a lente direita e coloque-a na ponta do dedo indicador com o lado côncavo virado para cima.

Com o auxílio dos dedos da outra mão, levante a pálpebra superior em direção à sobrancelha e com o dedo médio puxe levemente a pálpebra inferior para baixo. Olhe para frente e coloque a lente (que está no dedo indicador) diretamente no centro do olho. Vá retirando o dedo do olho com cuidado e pisque algumas vezes para que a lente se ajuste perfeitamente ao olho. Repita esse processo com a lente esquerda.

Para remover – Para evitar a perda da lente, coloque um tecido forrado sobre o local onde você irá removê-la. Pressione a pálpebra superior com o dedo médio da mão esquerda, e a pálpebra inferior com o dedo médio da mão direita para o centro do olho, pressionando a lente até que ela caia em cima do tecido. Repita o processo com o outro olho.

Lentes Gelatinosas

  • Limpeza:

Lentes de contato

O processo de limpeza das lentes gelatinosas é o mesmo das lentes rígidas. A única diferença é que a solução deve ser específica para lentes gelatinosas e a fricção deve ser menos intensa, pois esse tipo de lente é muito delicado e pode ser danificado facilmente. Friccione por no máximo 10 segundos. Em alguns casos não é preciso friccionar (essa informação vem no rótulo da solução).

  • Como usar:

Para colocar – Coloque a lente do olho direito na palma da mão e confira se ela está do lado correto para cima (côncavo). As lentes gelatinosas possuem uma leve coloração azulada nas bordas. Quando a lente está virada do lado correto é possível notar o azul, já quando está do avesso não dá para ver direito a coloração. Se estiver ao avesso, vire-a para o lado correto. Enxágue-a novamente após retirá-la do estojo e coloque-a no dedo indicador direito com a borda para cima. Puxe a pálpebra superior para cima com o dedo médio da mão esquerda e a inferior para baixo com o dedo médio da mão direita, deixando o olho bem aberto. Coloque a lente no olho (não precisa necessariamente ser no centro, já que você pode ajustá-la deslizando com o dedo). Pisque e pronto. Repita o processo com a lente esquerda.

Remover lentes de contato

Para remover – Olhe para cima, puxe levemente a pálpebra inferior para baixo com o dedo médio da mão direita e, com o dedo indicador direito, deslize a lente para baixo. Use o dedo indicador e o polegar da mesma mão em forma de pinça e remova a lente. Repita o processo com o outro olho.

Efeitos do uso prolongado

Jamais durma com as lentes de contato, mesmo que elas sejam gelatinosas, descartáveis e mais fininhas, pois se durante o dia elas atrapalham um pouco a oxigenação dos olhos, durante o sono é ainda pior, já que eles ficam fechados. Lembre que os olhos também precisam “respirar”.

Doenças Lentes de contatoO uso exagerado das lentes de contato pode causar sérios problemas oculares, desde uma simples alergia a uma inflamação mais grave a até úlcera.

Respeite o período de uso do seu tipo de lente, e siga rigorosamente as instruções do seu oftalmologista. É fundamental voltar ao consultório médico a cada seis meses para verificar se as lentes estão em bom estado e se os olhos estão saudáveis.

Facebook NadaFrágil.com.br

Uma resposta para “Lentes de Contato – Quais os tipos e como usá-las”

Deixe uma resposta