Guia da Mulher Empreendedora: Como vender na internet

A independência financeira é desejada por boa parte das mulheres do Brasil. Ter um negócio só seu além de proporcionar a sua própria renda, ainda lhe garante muito prazer e satisfação pessoal, mas para isso, é necessário que você revise algumas considerações e tenha ânimo para embarcar no meio empreendedor.

Com um mundo cada vez mais moderno e o aumento da tecnologia, a forma mais rápida e eficaz de abrir um pequeno negócio, tem sido através da Internet. Se você é mãe, dona de casa e quer ter um negócio seu, mas não consegue trabalhar fora, essa sem dúvidas é a melhor maneira de alcançar a tão sonhada independência financeira.  A rapidez com que as informações são passadas pela Internet é um ponto mais que positivo para você abrir seu negócio com a ajuda dessa ferramenta. As redes sociais estão aí dominando o mundo atual e com elas, cada vez mais lojas virtuais são lançadas, com o fácil e constante acesso, sua loja pode ser encontrada com apenas alguns cliques, assim como as compras. Excelentes para quem adora comprar online e ter a comodidade de receber tudinho em casa.

empreender
Foto: Freepik

Confira essas dicas que trouxemos pra você e comece agora a buscar sua independência financeira com o negócio que mais combina com você e sem sair de casa.

1º PASSO: Escolha o que vender:

Mas nem tudo é tão fácil como parece, abrir uma loja mesmo que virtual, é algo que demanda muita pesquisa e esforço seu. É necessário que antes de tudo você pense no que gostaria de vender, que tipos de produtos te agrada e com isso, que tipo de público você pretende atingir.

Depois de pensado, é necessário que você corra atrás de fornecedores, saiba onde vai comprar o que for preciso, quanto gastar e a quanto revender. Caso seja você mesma que faça os produtos, analise o preço de custo, quanto você gasta com materiais e no seu trabalho, já que requer tempo e dedicação. E após esta primeira parte, muna-se de toda a ajuda que você conseguir adquirir, peça para amigos e familiares de que você tenha confiança para lhe ajudar na empreitada, começar um novo negócio sozinha, não é muito aconselhável. E se você achar necessário ter um sócio no negócio, escolha uma pessoa de sua extrema confiança, que tenha responsabilidade e se comprometa com o projeto tanto quanto você.

  Trabalho Home Office: O surgimento de uma nova Amélia

DICA EXTRA: Para todo empreendedor, tempo é dinheiro, então você precisa ler o nosso artigo: Cursos on-line de inglês valem a pena?

2º PASSO: Procure e forneça informações:

Depois de ter pensado e planejado os primeiros detalhes e escolhido que tipo de loja você pretende montar, procure pesquisar sobre o assunto, dê uma olhada em outras lojas do ramo, nas que estão dando certo e também nas que deram errado, qualquer experiência que você conseguir tirar das suas observações, servirá e muito para lhe ajudar.

Se conseguir, converse com alguém da área, troque ideias e peça informações, conselhos, nunca é demais perguntar e se informar. Para vender online você pode optar por criar uma página em uma rede social na categoria empresa e começar sua loja ali mesmo, é importante pensar em um nome que vá atrair a atenção das pessoas, faça uma boa apresentação, coloque seu contato e seja sempre muito educada e gentil com todas as pessoas que visitarem a sua página.

Crie álbuns separados para colocar cada tipo de produto que você venderá, especifique cores, materiais, tamanhos e preço. Na hora de tirar as fotos dos produtos, escolha um local com uma boa luz e tenha em mãos uma câmera fotográfica de qualidade, fotos ruins muitas vezes não fazem jus ao seu produto, por isso é muito importante que você escolha cuidadosamente onde e quando tirará suas fotos.

empreender
Foto: Freepik

Informe também como pode ser feito o pagamento e as formas de entrega do produto, deixe claro para seus clientes a data prevista para a entrega das compras, assim você evita problemas e reclamações. E se não quiser fazer sua loja em redes sociais, você pode criar um site onde venderá todos os seus produtos, essa opção não difere muito das redes sociais. Você poderá colocar um link para contato, mensagem, dúvidas e reclamações. Além de expor seus produtos e dividi-los em categorias, facilitando assim o acesso para aquilo que a pessoa quer comprar. Informe sobre os produtos, preços e entrega, exatamente como citado acima.

  Saiba tudo sobre organização pessoal no trabalho

Hoje em dia é muito comum também além de ter uma loja virtual, criar um blog onde você fala sobre determinados assuntos atraindo ainda mais clientes. Como por exemplo, se você tem uma loja virtual que vende roupas, acessórios e afins, o blog daria dicas de moda, falaria dos acessórios e consequentemente, seria uma forma de fazer um marketing positivo para a sua loja. Além dos clientes comprarem, eles ainda poderiam ter dicas de como combinar peças e usar o que você vende.

3º PASSO: E-commerce:

O e-commerce é um site que possibilita a venda e compra pela internet. É através dele que a sua loja virtual realmente passa a existir, com as transações de pagamentos e entrega dos produtos. Hoje em dia já existem sites especializados em e-commerce que podem lhe ajudar a criar um para a sua loja e também onde você pode tirar todas as suas dúvidas a respeito dessa funcionalidade, e o melhor é que estas soluções estão cada vez mais baratas, um exemplo é a Maxistore (www.maxistore.com.br) , que oferece soluções profissionais de E-Commerce por valores à partir de R$ 49,90 mensais.

4º PASSO: Analise o Público-Alvo:

Se você quer causar uma boa impressão e aumentar suas vendas, é essencial que você mantenha uma boa relação com seus clientes. Procure saber o que eles gostariam de ver na loja, se estão satisfeitos com os produtos. A interação é um dos meios para fazer com que sua loja virtual realmente dê certo, afinal, você não terá um contato físico com seus clientes, então o único meio é procurar sempre responder as mensagens, se informar sobre o estilo de seus clientes e fiscalizar você mesma a entrega dos produtos.

  Dica de Livro: A Cama na Varanda

5º PASSO: Não tenha medo de ousar

Empreender
Foto: Freepik

Todos os grandes empreendedores começaram um dia do zero. E em comum todos eles não tiveram medo de ousar e arriscar em algo inexistente até então. Saia do comum, não se aventure em um comércio já saturado! Procure um diferencial para atrair os clientes e trace desde já suas metas a curto e médio prazo para que cada dia você possa dar um passo a mais.

Agora que você já conferiu as dicas e sabe um pouco mais sobre como montar uma loja virtual, invista no seu negócio e tenha todo mês a renda que você precisa, além da sua independência financeira e do prazer de ter uma loja sua. Não se esqueça de sempre tratar seus clientes com respeito e estar se atualizando no mercado para atender cada vez mais as necessidades dos seus clientes.

Separei mais esses conteúdos para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui