Talento – Todo mundo tem um. Qual é o seu?

3

No nosso dia a dia estamos acostumadas a ver muitas mulheres sob holofotes, brilhando e fazendo alguma coisa com excelência. Ficamos admiradas com tamanho talento e até nos motivamos a fazer algo. Também, não nos faltam exemplos: elas estão nas grandes empresas, no esporte, no teatro, na tela do cinema, na TV, na política, e em todos os lugares.

Mas por que algumas mulheres são cheias de talentos, enquanto outras não conseguem brilhar em nada do que fazem? Será que elas não possuem nenhum?

Sim, elas possuem! Todas nós já nascemos com algum talento. O que acontece é que algumas pessoas passam a vida inteira sem descobrir qual é o seu, e consequentemente não o desenvolvem.

Mas afinal, o que é talento?

Segundo o dicionário Aurélio, talento é uma aptidão invulgar (natural ou adquirida).

E aptidão, o que é? É uma disposição natural ou adquirida para qualquer coisa.

Em outras palavras, ter talento é o mesmo que ter facilidade para executar determinada tarefa. Por exemplo: Você pode aprender a tocar violão com mais facilidade e rapidez do que outra pessoa. Da mesma maneira, alguém pode ter uma bela e afinada voz para cantar, enquanto você não.

Entendido?

A gente já nasce com talento ou adquire depois?

Como vimos no tópico acima, o dicionário deixa claro que o talento tanto pode ser natural (já nasce com você) ou adquirido (aprendido com o treino). Porém essa afirmação não é aceita por todos.

Para os que discordam do “talento aprendido”, a pessoa já nasce com uma facilidade (as vezes até extraordinária) de realizar determinadas tarefas. Porém, o talento precisa ser desenvolvido. Não adianta ter uma pré-disposição a dançar, se não houver um mínimo de treino para desenvolver o talento com excelência.

  Como Se Vestir Numa Entrevista de Emprego

É sob a visão do talento nato (de nascença) que iremos abordar este artigo.

Por que algumas mulheres não desenvolvem o seu talento?

Existem inúmeras possibilidades para isto acontecer. Entra elas:

1)      Sentimento de Inferioridade: Na infância ou adolescência, algumas pessoas são repetidamente oprimidas por outras, geralmente pelos pais, que por ignorância dizem frases inibidoras, como: “Você é burra”, “Você não sabe de nada” ou “Por que você não aprende?”. Esse tipo de comportamento causa um efeito negativo sobre a criança, fazendo com que ela acredite que realmente não tem capacidade para realizar nada, e acabe neutralizando os talentos que possui.

2)      Falta de Autoconhecimento: Parece estranho pensar que alguém não conhece a si próprio, mas isso acontece. Possivelmente, como consequência de repressão (como a que citamos acima), algumas pessoas não conseguem enxergar o seu próprio valor. Não sabem do que são capazes, com quem se parecem, do que gostam de verdade, do que não gostam em si, o que querem da vida etc. O resultado disso é uma barreira bem grande impedindo o seu desenvolvimento.

3)      Falta de Incentivo + Falta de Coragem: Quando uma filha tem talento para a música, mas o pai espera que ela seja médica, há grandes chances de conflito na família. Já vimos esse filme antes, né? A falta de apoio, principalmente dos pais ou do marido, pode ser a principal causa de sufocamento do talento. Mas a coisa fica ainda mais complicada se a mulher não tiver coragem para enfrentar os desafios e convencer todos a sua volta sobre sua vocação.

Como faço para descobrir qual é o meu talento?

Talento

Partindo do ponto de vista que já nascemos com talento, é fácil identificá-lo quando analisamos a nossa vida desde a infância. Com certeza alguns traços de talento serão reconhecidos na sua memória.

  Como amenizar os sintomas do jet lag?

Se você ainda não descobriu o seu, faça algumas perguntas a si mesma:

  • Quais são as minhas características?

Como você se vê? É uma pessoa meiga, que gosta de ouvir os amigos, ou é autoritária, sempre gostou de mandar, liderar? É perfeccionista, gosta de tudo nos seus devidos lugares, ou é tranquila, não esquenta com nada? Anote suas características. Elas dizem muito sobre o seu talento.

  • Do que eu sempre gostei?

Alguns gostos mudam de acordo com as fases da vida, mas outras preferências nos acompanham desde sempre.

De quais estilos musicais você sempre gostou? Quais programas de TV ainda são seus favoritos? Existe algum esporte pelo qual você é apaixonada desde a infância ou adolescência?

  • O que eu fazia quando era criança?

Essa é uma das questões mais importantes na descoberta do talento. Você gostava de desmontar e remontar os brinquedos? Construía um castelinho de areia bem mais estruturado e interessante do que o castelinho dos seus irmãos? Gostava de ler livros enquanto as outras crianças corriam lá fora? Sempre se deu bem nas provas de matemática? Criava roupinhas bem estilosas para as suas bonecas? Pense direitinho. A resposta que tanto procura pode estar aí.

  • Quem eu admiro?

Quem são as pessoas que prendem a sua atenção e te fazem pensar com convicção: “Eu gostaria de ser como ele(a)”? Atores de filmes, jornalistas inteligentes, guitarristas extraordinários, professores cativantes, cozinheiros de “mão cheia”, estilistas ou modelos bem sucedidas, engenheiros, médicos, pintores, cabeleireiros? Quem?

Depois de fazer uma análise de autoconhecimento, procure informações sobre as coisas que lhe interessam. Você pode também fazer um teste vocacional.

  Cinco Hábitos Financeiros Para Incorporar no Seu Dia a Dia

Aperfeiçoando o Talento

Talento

Se já descobriu qual é o seu talento, agora é hora de desenvolvê-lo.

O mercado oferece vários cursos, desde os profissionalizantes e técnicos aos de nível superior. A internet também é uma ótima ferramenta para quem deseja aprender. Basta buscar!

O aperfeiçoamento não necessariamente será algo simples, sem esforço ou dedicação. Pelo contrário, será necessário dedicar todas as suas habilidades para chegar a um nível excelente. Mas tenha certeza que o percurso será prazeroso, afinal, o seu talento é aquilo que você faz com a maior satisfação. Não é mesmo?

Separei mais esses conteúdos para você:

3 COMENTÁRIOS

  1. Amei ler tudo isso e me faz entender o que eu quero mesmo. Eu pretendo muito ser uma ótima tecladista e cantora,lembrei que eu sempre amei cantar quando eu era pequena lendo isso…Eu sou uma garota tímida e percebi com isso também que a minha timidez é algo me prende e me faz perder a coragem de buscar meus objetivo. Eu realmente amei o site,acabei de conhecer ♥

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui