NadaFrágil.com.br

Alinhadores estéticos: vale a pena investir?


Calila Galvão

Quem não quer estar com uma boa aparência? Aqui, todas as partes do corpo devem estar alinhadas com o modelo de beleza estética que temos hoje. Muitos visam muito a beleza do corpo e acabam se esquecendo de uma parte muito importante: o nosso sorriso.

Ele consegue abrir portas, fazer novas amizades e é claro, deixa o seu rosto muito mais bonito. Ter os dentes bem alinhados confere uma melhor aparência.

Alinhadores estéticos: vale a pena investir?

Veja dicas de como cuidar melhor dos dentes.

Os procedimentos na área de odontologia que temos hoje tem como uma das prioridades o devido alinhamento dos dentes. Portanto, uma das primeiras recomendações dos profissionais é que seja realizado o uso de um aparelho ortodôntico e, portanto, o paciente é encaminhado para um ortodontista para tratamento de reabilitação estética.

Como escolher o tipo certo?

Isso quem vai lhe indicar é o dentista. Ele fará uma avaliação e lhe indicará algumas opções e quais as etapas para seguir no tratamento, obtendo resultados eficazes no final. Como os brasileiros são muito misturados, a genética pode não favorecer tanto a parte funcional, ou seja, à mastigação e isso deve ser levado em consideração na hora de indicar o alinhador estético.

Alinhadores estéticos: vale a pena investir?

Tipos de alinhadores estéticos

Fixo

Esse é o mais comum de todos e também muito odiado, principalmente por sua aparência estética. Mas por que eles ainda são os preferidos dos dentistas? Porque eles conseguem resolver, praticamente, qualquer problema de alinhamento desde que o tratamento seja bem orientado e seguido à risca.

Além do problema estético, que promove uma aparência não tão bonita para quem usa, ele possui outras pequenas desvantagens. Os alimentos ficam sempre acumulados, o que exige ter uma escova e pasta de dente na bolsa o tempo inteiro, pode haver ulcerações na mucosa, dor e partes dele pode se soltar ou quebrar.

Alinhadores estéticos: vale a pena investir?

Fixo transparente

Um tipo de aparelho fixo que está sendo uma boa opção para quem que alinhar os dentes e ainda ficar com a aparência melhor, é o aparelho fixo transparente. Os aparelhos são fabricados com policarbonato, porcelana ou safira, tudo para melhorar a aparência dele. A desvantagem aqui é que o custo é maior, além de quebrar mais facilmente.

Alinhadores invisíveis

Esse não é muito comum no mercado, mas para quem pode gastar um pouco mais para se sentir bem na frente do espelho, é uma boa opção. Eles são muito parecidos com as placas de clareamento e é totalmente personalizado e individualizado, usando tecnologia tridimensional para a sua produção. Eles devem ser substituídos a cada 15 dias de uso.

Alinhadores estéticos: vale a pena investir?

O dentista faz um molde dos seus dentes que, por sua vez, é enviado para os Estados Unidos onde é fabricado e um software faz a simulação de como ficaria a movimentação da mandíbula do paciente. Se o dentista aprovar, o aparelho é enviado para o Brasil, chegando na mão do profissional.

O tempo mínimo de tratamento é de 5 meses, mas pode durar até 4 anos. Porém, não se assuste porque a média geral é de 18 meses. O tratamento é mais caro, mas guarda inúmeras vantagens:

  • melhor estética;
  • é praticamente invisível;
  • e oferece maior conforto, principalmente na hora de comer, já que o paciente pode remover o aparelho a qualquer momento;
  • maior higiene;

Mas como nem tudo são flores nessa vida, você também vai encontrar algumas desvantagens:

  • alto custo;
  • o aparelho deve ser usado, pelo menos, 20 horas por dia;

Veja quais são as suas reais necessidades e o quanto você poderá gastar. Pense a longo prazo. Se você perceber que vai conseguir manter um tratamento mais caro e vai se sentir melhor, vale a pena investir. Se estiver sem grana, tente outros modelos e novas alternativas.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta