NadaFrágil.com.br

Farinha de Maracujá: muito além do emagrecimento


Calila Galvão

As farinhas funcionais como as de berinjela, de banana verde e de maracujá estão cada vez mais presentes nas dietas. Elas são ótimas para levar sensação de saciedade e as suas fibras se ligam à gordura do alimento, formando uma espécie de gel, impedindo que ela seja absorvida e se transforme naquela gordura localizada indesejável.

A farinha de maracujá é feita a partir da parte branca da fruta, aquela que sobra quando tiramos a polpa para fazer suco ou doces. Você pode encontrá-la em supermercados, farmácias, lojas de produtos naturais ou, melhor ainda, fazer a sua própria farinha em casa sem nenhum tipo de aditivo químico.

Veja essas 7 dicas para emagrecer de forma mais saudável.

Farinha de Maracujá: muito além do emagrecimento

Benefícios da farinha de maracujá

Prevenção do diabetes

Se você é do tipo de gosta de comer doces ou tem casos de diabetes na família, é um grande voluntário a se tornar diabético algum dia. A farinha de maracujá contém muitas fibras e estas, por sua vez, conseguem equilibrar os níveis de glicose circulante na corrente sanguínea. Evita-se assim a formação do pico de insulina e a liberação excessiva dessa substância no nosso corpo.

Promove saciedade

Como já dito acima, a grande vantagem das farinhas orgânicas é o fato de serem repletas de fibras que, quando ligadas à gordura formam um tipo de gel dentro do estômago. Isso ocupa um grande volume na cavidade estomacal levando ao cérebro sinais de você já está saciado apesar de ter comido menos do que o de costume.

Descubra como emagrecer de forma saudável tomando suco detox.

Farinha de Maracujá: muito além do emagrecimento

Ajuda na digestão

Mais um ponto para as fibras pois elas são as principais responsáveis por esse benefício. Quando mais fibra o bolo alimentar tem, mas facilmente ele passará pelo intestino. Assim, esse alimento é ótimo para quem passa por problemas de constipação intestinal, a famosa prisão de ventre.

Controla a pressão arterial

Uma pessoa hipertensa possui diversas placas de gordura “coladas” nas paredes dos vasos sanguíneos. Isso dificulta a passagem do sangue dentro deles e assim a pressão arterial se eleva. Como a fibra se liga à gordura e impede a sua absorção, a farinha de maracujá consegue reduzir as taxas de colesterol.

Como consumir a farinha de maracujá

Farinha de Maracujá: muito além do emagrecimento

A farinha de maracujá é bem versátil e o melhor horário para comê-la é antes das principais refeições. Apenas uma colher de sopa é o bastante para sentir os seus efeitos. Ela pode ser adicionada em sucos, vitaminas, iogurtes e outros. Também pode substituir a farinha de mandioca tradicional durante as refeições.

Descubra quais são os melhores chás para emagrecer.

Vai “jacar”? Pois bem, uma ótima dica é comer a farinha de maracujá antes. Por exemplo, vai para um aniversário, um churrasco ou para uma macarronada com os amigos? Ingerir a farinha 30 minutos antes de ir te dará maior saciedade e fará com que você coma bem menos. Assim, você não fica com tanto peso na consciência depois.

Farinha de Maracujá: muito além do emagrecimento

Para fazer a sua própria farinha de maracujá é bem simples: basta pegar aquela casca que sobrou do suco que você acabou de fazer, cortar em tiras e levar ao forno por 30 minutos. Depois, basta triturar no liquidificador quando estiver em temperatura ambiente e peneirar. Pode ser guardado numa vasilha por até 3 meses.

Contraindicações da farinha de maracujá

Não há contraindicações para a farinha de maracujá, porém é sempre bom evitar o consumo exagerado. Outro detalhe é que você deverá ingerir muita água. Para fazer a fibra alimentar trazer os benefícios desejados é preciso ingerir muitos líquidos ou então ela poderá causar distensão abdominal e outros problemas.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta