NadaFrágil.com.br

Arginina: o que é e para que serve


Calila Galvão

A arginina é uma substância já muito conhecida dos marombeiros e marombeiras. Essa proteína é classificada como essencial, já que não a produzimos. Mas, ela não serve apenas para a construção muscular. Existem muitas outras partes do nosso corpo que necessitam dela como, por exemplo, os cabelos.

Saiba também como cuidar dos cabelos em casa.

Arginina: o que é e para que serve

A arginina é um dos aminoácidos responsáveis pela formação da fibra capilar. Esse nutriente é passado para os fios através da raiz, desobstruindo o bulbo capilar. Isso ajuda a melhorar o crescimento de novos fios e favorece ao crescimento saudável deles.

Outros benefícios da arginina

Quer perder peso e construir novos músculos? A argina também pode ajudar nesse processo. Não é por acaso que esse aminácido já é tão conhecido dos praticantes de musculação. Ela estimula a síntese de óxido nítrico, uma substância que possui forte afinidade com a gordura. Assim, o óxido consegue mobilizar as células adiposas com maior facilidade para fora do organismo.

O ganho de massa mara também é garantido com a ingestão da arginina. É claro que para isso acontecer você deve estar praticando musculação. O óxido nítrico presente nesse aminoácido consegue sintetizar nitrogênio dentro das células musculares, elemento essencial para a construção da fibra muscular.

E quais os benefícios da arginina para o uso tópico?

Nossa fibra capilar é desenvolvida, basicamente, a partir da queratina. Um dos compostos dessa proteína é a arginina e a partir dessa informação você já deve imaginar a importância desse aminácido para o crescimento dos fios. Ele deixa o cabelo mais forte e com isso, consegue evitar ou, pelo menos, diminuir a queda.

Arginina: o que é e para que serve

 

Uma das funções da arginina é a de melhorar a nutrição capilar e com isso, oferecer mais nutrientes ao fio. É fácil encontrar produtos para cabelos como xampus, condicionadores e máscaras capilares com a arginina em sua composição. Ela ajuda a selar os fios formando uma película protetora ao redor deles.

Como usá-la?

Para usar a arginina na forma oral basta ir até uma loja de suplementos alimentares e comprar a sua. Porém, o ideal é que haja um acompanhamento nutricional antes de você tomar essa decisão. Os suplementos são indicados para pessoas que possuem alguma deficiência na alimentação. Só um profissional poderá dizer se esse é ou não o seu caso e qual a quantidade a ser ingerida.

Arginina: o que é e para que serve

No caso do uso tópico, você facilmente achará a argina nos produtos para cabelos como séruns, leave-ins, xampus e outros. Existem vários produtos a base de queratina nos quais esse aminoácido estará presente. Já é possível encontrar diversas marcas, tanto nacionais como importadas, que usam apenas a arginina como produto principal.

Contraindicações da arginina

Ingerir esse nutriente sem orientação profissional pode gerar uma série de problemas. O primeiro deles é no sistema renal se a dose de arginina passar a ser excessiva para o seu organismo. Além disso, se você não estiver ingerindo a porção correta dos demais aminoácidos, a arginina pode não ajudar muito.

Arginina: o que é e para que serve

Um grupo bem grande de pessoas se enquadra nas contraindicações: diabéticos, cardiopatas, gestantes, lactantes, crianças, idosos e portadores de problemas no aparelho digestivo em geral não devem ingerir o suplemento sem orientação médica.

No caso do uso tópico, consultar um profissional também se faz necessário. Ele poderá fazer uma análise do seu fio e dizer o que você realmente está precisando. Usar arginina em excesso nos cabelos pode fazer o efeito inverso e acabar quebrando os fios ao meio.

Facebook NadaFrágil.com.br

Deixe uma resposta